Crime contra cães e gatos

A pretexto de “proteger a fauna doméstica” de qualquer tipo de crueldade, o deputado paulista Paulo Izar apresentou projeto na Câmara nesta semana para proibir a eliminação de cães e gatos em centros de zoonoses do país. Pelo texto de Izar, o sacrifício dos animais, realizado via eutanásia, estará autorizado apenas nos casos de males, […]

Para proteger a fauna doméstica

A pretexto de “proteger a fauna doméstica” de qualquer tipo de crueldade, o deputado paulista Paulo Izar apresentou projeto na Câmara nesta semana para proibir a eliminação de cães e gatos em centros de zoonoses do país.

Pelo texto de Izar, o sacrifício dos animais, realizado via eutanásia, estará autorizado apenas nos casos de males, doenças graves ou enfermidades infectocontagiosas incuráveis que coloquem em risco a saúde humana ou de outros bichos.

Se a proposta virar lei, o estabelecimento que desrespeitar a norma responderá pelos crimes previstos na Lei de Crimes Ambientais, que prevê prisão e multa aos infratores.

Comentários
Deixe uma resposta

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s