Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

‘Faça concurso para juiz’, diz Moro a advogado de Palocci

Magistrado e José Roberto Batochio trocaram ironias em depoimento de testemunha

O juiz federal Sergio Moro e o advogado do ex-ministro Antonio Palocci, José Roberto Batochio, trocaram ironias durante a audiência do executivo Fernando Barbosa Sampaio, presidente do estaleiro Enseada Indústria Naval, arrolado como testemunha de defesa do empreiteiro Marcelo Odebrecht.

Depois de ouvir de Sampaio a confirmação de que seu cliente é o “Italiano” das planilhas da Odebrecht, Batochio interrompeu uma resposta da testemunha a Moro, alegando que o executivo falava a respeito do que achava, e não dos fatos.

“Excelência, pela ordem, testemunha depõe sobre fatos não sobre o que ela acha ou entende. De modo que fica impugnada essa pergunta de Vossa Excelência e acrescento: a testemunha disse que por ouvir dizer soube que italiano era Palocci”, interveio o advogado.

O magistrado ponderou que sua pergunta era pertinente, reiterou a questão e indeferiu o protesto do defensor de Palocci. Batochio não se deu por vencido e deu-se, então, o seguinte diálogo:

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

  1. O advogado não pode advogar contra a verdade dos fatos. Isso está no código de ética da OAB.
    Entretanto, é o que mais vemos nesses “doutores” do crime.

    Curtir

  2. Francisco Silva

    Está certo o advogado o juiz não pode querer colocar palavras na boca dá testemunhas “achar e a mesma coisa que não sabe” certinho o advogado o cara é bom…..

    Curtir

  3. Angélica Torquato

    Tem que ter estômago forte. Moro é muito paciente.
    Eu, daria um “cala a boca, Magda”!.

    Curtir

  4. Miltinho Sales

    Kkkk chupa… Percebe a incompetência do defensor, visto precisar elevar o tom de voz para se impor, em vez de argumentos plausíveis. O que já não ocorre com o juiz em questão.
    Quem não tem argumento, tenta vencer no grito.
    E fazer OAB meu caro gritão, até bandido do PCC hj tem. E são muitos. Fica a dica p OAB, defende tanto político ladrão que agora vão ter que se virar C bandido chinelo.

    Curtir

  5. Não estou defendendo ninguém, mas uma testemunha não pode achar nada. A testemunha afirma com certeza e provas ou não diz nada. Se for assim eu acho que o Moro é coxinha e apoia o Golpe! Apenas esta afirmação é suficiente para condenar Moro? Tem gente que em nome do antagonismo político com o PT está apoiando qualquer coisa que o Moro faça, no entanto, ressalto que ao permitir que se passe por cima da lei em nome do ódio ao PT, estamos abrindo precedentes terríveis que futuramente poderão afetar a toda sociedade. Justiça para TODOS OS CORRUPTOS DENTRO DA LEI, não “justiça torta” ao PT apenas.

    Curtir

  6. Testemunha não tem que “achar nada”. Ou é ou não é!

    Curtir

  7. gama oliveira

    Juizeco sem vergonha pedante. Não julga ninguém do PSDB que é o partido dele. Nazistas brasileiros

    Curtir

  8. gama oliveira

    Se tivéssemos um dúzia de Sergio Moro no Brasil estaríamos com o nazismo completo no país.

    Curtir

  9. gama oliveira

    Ratos e Nazistas gostariam que tivesse um dúzia de moleque Moro no país.

    Curtir

  10. Leonardo Costa

    O advogado está certo, a testemunha não tem que achar nada.

    Curtir