Momento épico! Embaixador de Israel detona CNN no ar! Cadê na mídia a mensagem do secretário-geral da ONU sobre o Hamas usar escolas como depósito de armas?

Em uma das melhores performances de um porta-voz israelense desde o começo da Operation Protective Edge (Operação Margem de Proteção)* na Faixa de Gaza, o embaixador de Israel nos EUA, Ron Dermer, detonou a CNN pelo “desserviço aos espectadores” ao ser entrevistado pela âncora Erin Burnett na noite de quinta-feira. Dermer desmascarou a cobertura (esquerdista!) da emissora, que omitiu do público (assim como a imprensa brasileira!) a mensagem de repúdio do secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, sobre o Hamas usar escolas como depósito de armas e, portanto, crianças como escudos humanos. (Uma mensagem importante, sim, conquanto sonsa também, no estilo Lula “Eu não sabia de nada”, mas isto fica para outro post.) Ele também culpou a mídia não por mostrar as imagens das crianças mortas em ataques como o desta mesma quinta a uma escola da ONU, mas por não ligar os pontos quanto às responsabilidades do Hamas. Assista ao épico vídeo, que traduzo abaixo. Voltarei ao assunto no fim de semana.

Burnett: O que aconteceu foi horrível e nós não sabemos ainda quantas crianças morreram. Os relatos iniciais indicavam que pelo menos 16 estão mortas. E os relatos iniciais eram de que os ataques tinham vindo de tanques israelenses. Como você sabe, o exército israelense disse que eles podem ter vindo do Hamas em um foguete mal disparado. Você sabe, a essa altura? Você tem mais alguma certeza?

Dermer: Não, eu não sei. Mas eu sei, sim, quem é o responsável por isso. E é o Hamas. Porque eles estão usando escolas como depósitos de armas. E eu acho que seria um desserviço aos seus telespectadores que um repórter na Faixa de Gaza não mencionasse que, na última semana, tivemos duas escolas diferentes da UNRWA, onde tivemos realmente foguetes encontrados nessas escolas e entregues ao Hamas. Eu também penso que é um desserviço –

Burnett (interrompendo): Essas são duas escolas diferentes da ONU, você está dizendo?

Dermer: Correto. Essa é uma informação publicamente disponível. É uma espécie de fato importante para seu repórter mencionar. E, somando-se a isso, ele poderia ter mencionado a declaração feita não pelo embaixador de Israel, não pelo porta-voz da IDF [da sigla em inglês para Forças de Defesa de Israel], mas pelo secretário-geral da ONU… ontem!  Eu quero ler pra você o que ele disse ontem. Não no ano passado: ontem! Ele disse isso:

O secretário-geral está alarmado de saber que os mísseis foram colocados em uma escola da UNRWA* em Gaza e que, posteriormente, estes desapareceram. Ele expressa sua indignação e pesar pela colocação de armas em uma escola administrada pela ONU. Ao fazer isso…

Agora ouça, Erin, exatamente o que ele diz:

Burnett: Uhum.

Dermer: Ao fazer isso, os responsáveis ​​estão transformando as escolas em potenciais alvos militares, e pondo em perigo as vidas de crianças inocentes, funcionários da ONU que trabalham em tais instalações, e qualquer um que usa as escolas da ONU como abrigo. [Dermer interrompe a leitura aqui, mas traduzo o resto da nota oficial:] O secretário-geral observa que isto é inconsistente com a Resolução 1860 (de 2009) do Conselho de Segurança das Nações Unidas, que apela para a prevenção do contrabando de armas. Ele exige que os grupos militantes responsáveis ​​parem com essas ações e sejam responsabilizados por colocar em perigo a vida de civis desta maneira.

O secretário-geral pediu uma revisão completa de tais incidentes e de como a ONU reage em tais casos. As Nações Unidas estão tomando medidas combinadas para aumentar a sua vigilância na prevenção de tais episódios para que eles não voltem a acontecer. Para este fim, o secretário-geral das Nações Unidas determinou que o Departamento de Proteção e Segurança (DSS) e do Serviço de Ação contra Minas da ONU (UNMAS) desenvolvam de imediato e implementem um plano de segurança eficaz para a manipulação segura de quaisquer armas descobertas nas instalações da ONU. Além disso, ele orientou o UNMAS a organizar e preparar imediatamente o pessoal com experiência para lidar com esta situação.

O secretário-geral convida todos aqueles que têm alguma influência sobre os grupos militantes para enviar uma mensagem inequívoca de que isto é inaceitável.

Por fim, o secretário-geral expressa seu total apoio ao enorme trabalho do pessoal da UNRWA, que continua a operar sob circunstâncias profundamente desafiadoras.

Isto foi ontem! Você não acha que é relevante informar na CNN que o secretário-geral das Nações Unidas advertiu ontem contra o uso de escolas e abrigos da ONU para depósitos de mísseis do Hamas?

Burnett: Embaixador, isto é relevante. E deixe-me perguntar a você isto, por conta do que você disse –

Dermer (interrompendo): Erin, eu estive escutando por duas horas os relatos da CNN. Já vi telas divididas, fotos horríveis, fotos horríveis com as quais qualquer ser humano decente ficaria horrorizado. Eu não ouvi uma única pessoa dizer o que eu disse a você agora, e eu acho que isso é um desserviço aos seus telespectadores: não dar a eles o contexto de que necessitam para fazer esses julgamentos. Hamas está colocando pilhas de mísseis nas escolas, nos hospitais, nas mesquitas, e tem de haver indignação do mundo em relação ao Hamas, para acabar com isso.

Burnett: Mas aqui está a minha pergunta. Também tem isso, que é – e esta é a última informação que nós temos – que é… Vocês fizeram isso: Israel avisou à ONU três dias atrás; vocês disseram que evacuassem a escola, exatamente por causa do que você acabou de dizer – 

Dermer: Correto.

Burnett: Mas aqui está a minha pergunta. A razão pela qual nós estamos mostrando essas fotos [é] porque estas são crianças mortas. Será que Israel teve tempo para confirmar que as crianças estavam fora da escola antes de disparar – mandar alguém para olhar – ou você acha que está tudo bem se você emitiu o aviso e, em seguida, simplesmente foi em frente e disparou, e, se houver crianças lá, é problema delas?

Dermer: Bem, acho que você não tem nenhuma base para fazer a afirmação que você acabou de fazer. É claro que não iríamos disparar diretamente. Mas eu não sei o que aconteceu naquela escola. O que eu entendo é que demos às pessoas dias para sair da área. Isto é no norte da Faixa de Gaza. Há uma boa chance de que tenha sido um foguete do Hamas a atingi-la. Eu não sei se um combatente do Hamas disparou diretamente daquela escola contra as nossas forças armadas que estão operando lá e então nós reagimos a esses disparos. Eu não sei os fatos. Eu sei, sim, que essas crianças [morreram e se feriram]… Não me entenda mal. Não estou culpando a mídia por mostrar as imagens. Eu estou culpando a mídia é por não ligar os pontos. Os pontos indicam a responsabilidade do Hamas por usar escolas como depósitos de armas e esconderijos para o Hamas. É inaceitável! E a indignação do mundo tem de se voltar contra o Hamas. Este é o secretário-geral da ONU falando ontem! Ontem, avisando que isto poderia acontecer.

* Assista ao vídeo legendado com 7 fatos sobre a Operação Margem de Proteção (original aqui):

** UNRWA é a sigla em inglês para a Agência das Nações Unidas de Assistência aos Refugiados da Palestina no Próximo Oriente.

Felipe Moura Brasil ⎯ http://www.veja.com/felipemourabrasil

Siga no Facebook e no Twitter.

Veja também meus artigos sobre o conflito no Oriente Médio:
⎯ O bate-boca de Jandira Feghali com Jair Bolsonaro e o conflito Israel-Hamas – Vamos desenhar para a deputada?
⎯ Como resolver o conflito Israel-Hamas com algodão-doce
⎯ Mark Levin detona Jon Stewart sobre conflito Israel-Hamas. Veja a tradução completa do vídeo
⎯ Desproporcional não é só o 7 a 1

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

  1. Comentado por:

    Sandro Camargo

    Mais informação relevante sobre a crise em Israel.

    Curtir

  2. Comentado por:

    Anderson Silva

    Muito bom.

    Curtir

  3. Comentado por:

    rachel

    Obrigada p/ mostrar a verdade q mtas vezes a midia nao quer mostrar!Disse tudo.

    Curtir

  4. Comentado por:

    marco an tonio barbosa fontes

    Excelente mensagem e mostrou o lado da Verdade!!
    sobre a Operação contra o Hamas!!

    Curtir

  5. Comentado por:

    Luiz Antonio

    Gravíssimo que parte da imprensa se proponha a se desviar de seu papel de informar os fatos para tomar partido. É tudo o que os que defendem o fim da liberdade de expressão desejam: que a opinião publica concorde com eles que a imprensa é um mal (sem separar o joio do trigo). Dai para termos o controle estatal da mídia e o fim da democracia será um pulo.

    Curtir

  6. Comentado por:

    João Pedro

    O Governo Brasileiro é tendencioso, partidário e irresponsável ao condenar Israel pelo o seu legítimo direito de defesa. E se o Brasil estivesse na situação de enfrentar uma guerrilha com túneis em sua fronteira feita por grupo guerrilheiros iria tolerar ou tomaria medidas enérgicas e de guerra para se defender? Diplomacia leviana essa atual do Brasil.

    Curtir

  7. Comentado por:

    Delcio

    Parabéns. Texto excepcional. Mas uma vez nosso governo se posiciona do lado criminoso e covarde. Mas o que dizer de um partido no qual praticamente toda cúpula está presa? A ordem dessa gente é contrariar a política americana. Sofreram lavagem cerebral e vivem daqueles momentos de revolução. Até quando meu Deus?….

    Curtir

  8. Comentado por:

    maxwell

    MESMA TÁTICA DOS “MOVIMENTOS SOCIAIS BRASILEIROS”.

    Curtir

  9. Comentado por:

    Marcos Castro

    Bem observado, Felipe! Parabéns pela atitude desta postagem. Alguém tem informações de como a FOX americana estava cobrindo este evento?
    Acompanho sempre o seu trabalho. Abração!

    Curtir

  10. Comentado por:

    gerson

    Tirem o HAMAS da Palestina.

    Curtir