Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês

Proteste notifica WhatsApp por fim de serviço

Associação de defesa do consumidor alega que a interrupção no serviço de aparelhos mais antigos fere o direito dos consumidores.

Por Da redação Atualizado em 13 jun 2017, 17h58 - Publicado em 13 jun 2017, 14h31

A associação de defesa do consumidor Proteste notificou nesta terça-feira o Facebook por causa da suspensão do WhatsApp em alguns aparelhos a partir do dia 30 de junho. A rede social é dona do aplicativo de mensagens. A Proteste alega que a interrupção no serviço de aparelhos mais antigos fere o direito dos consumidores. A associação espera que a empresa reverta a decisão.

O WhatsApp anunciou no começo do ano passado que iria encerrar o suporte a celulares mais antigos a partir de 2017. Para o fim deste mês, está previsto o fim do serviço para aparelhos com os sistemas operacionais BlackBerry OS, BlackBerry 10, e Nokia Symbian S60. Está em estudo também o desligamento da versão do aplicativo para Nokia S40, mas não há previsão de como isso se dará.

A empresa considerou a decisão “difícil”, mas alegou que esses sistemas, por serem antigos, têm limitações para o desenvolvimento de novas tecnologias de segurança. O WhatsApp diz que esses sistemas, que eram maioria quando o aplicativo foi lançado em 2009, representam um número muito pequeno de aparelhos em uso atualmente. E recomenda que seus usuários busquem versões mais modernas para usar o serviço.

Segundo a Proteste, a medida é irregular, pois os aparelhos ainda são suportados pelas operadoras no país.  “Mesmo que seja uma parte ínfima do total, não se pode forçar o consumidor a consumir um novo aparelho, o que entendemos ser um desrespeito ao Código de Defesa do Consumidor  e ao consumidor”, diz em nota o diretor de relações institucionais da associação, Henrique Lian.

Procurado por VEJA, o WhatsApp disse que não comentaria o caso.

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo de VEJA. Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app (celular/tablet).

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.



a partir de R$ 39,90/mês

MELHOR
OFERTA

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet. Edições de Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)