Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

‘Prévia do PIB’ sobe 0,28% em abril, diz BC

IBC-Br, medido pelo Banco Central, teve queda de 0,40% no mês anterior; apesar da alta, resultado acumulado no ano é de -0,14%

O IBC-Br, índice de atividade econômica do Banco Central subiu 0,28% em abril em relação a março, divulgou a instituição nesta sexta-feira. O indicador serve de termômetro da atividade econômica e é considerado uma prévia do PIB. No último mês, o indicador havia caído 0,40%. Apesar da alta em abril, o IBC-Br acumula baixa de 0,14% nos quatro primeiros meses do ano em relação ao mesmo período de 2016.

O IBC-Br também é uma das ferramentas usadas pelo BC para definir a taxa básica de juros (Selic) do país.  O índice incorpora informações sobre o nível de atividade na indústria, comércio, serviços e agropecuária, além do volume de impostos.

Apesar de medir a atividade, o IBC-Br tem um cálculo diferente do PIB, que é medido pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e representa a soma de todas as riquezas produzidas e é o índice oficial de atividade do país.Enquanto o IBC-Br é divulgado mensalmente, as informações do PIB são trimestrais.

O IBGE divulgou no início de junho que o PIB subiu 1% no primeiro trimestre do ano em relação ao trimestre anterior, a primeira alta após nove trimestres. Analistas, no entanto, apontam que a demanda interna ainda é baixa, o que põe dúvidas se a recuperação da atividade econômica realmente começou. A estimativa dos economistas do mercado financeiro é que o PIB encerre o ano com alta de 0,41%, segundo o último Boletim Focus.