Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Meirelles minimiza estagnação do PIB

Ex-presidente do Banco Central participou de lançamento da fundação do PSD. Cotado para disputar a prefeitura de São Paulo, ele voltou a negar candidatura

O ex-presidente do Banco Central Henrique Meirelles foi o principal nome do debate que marcou o lançamento da Fundação Espaço Democrático, do PSD, nesta quarta-feira, em Brasília. Com um discurso mais técnico do que político, ele fez uma análise da crise econômica e defendeu o mercado interno como forma de evitar os efeitos da maré negativa.

No debate, que contou com a participação da senadora Kátia Abreu e do sindicalista Ricardo Patah, Meirelles disse que o mercado interno é a chave para a estabilidade econômica no momento de crise internacional: “Há, sim, risco de recessão mais profunda. Mas o Brasil tem condições de enfrentar esse risco com crescimento do mercado interno”, avaliou.

Estagnação – Após o evento, Meirelles também comentou a estagnação do Produto Interno Bruto (PIB) no terceiro trimestre do ano. Ele evitou comentários sobre a condução da política econômica e minimizou a notícia. Na visão de Henrique Meirelles, a perspectiva da economia brasileira é de recuperação. “Em 2009 o Brasil mostrou que tem condições de enfrentar a crise com sucesso, saindo da crise mais forte do que entrou. E isso é que é importante”, afirmou o economista. Para ele, a economia brasileira depende de um ganho de produtividade para manter o ritmo de crescimento dos últimos anos.

Cerca de cem integrantes do partido assistiram à palestra de Meirelles, realizada em um hotel da capital federal. O presidente da legenda, Gilberto Kassab, estava presente.