Clique e assine a partir de 9,90/mês

IR 2019: Até que idade filhos podem ser relacionados como dependentes

Caso ainda estude, é possível relacioná-lo até 24 anos; tem dúvidas sobre o IR na reta final? VEJA responde

Por Larissa Quintino - 20 Apr 2019, 10h00

Informar filhos como dependentes no Imposto de Renda 2019 pode ajudar o contribuinte a ter deduções maiores. Por cada um relacionado, o desconto de imposto é de 2.275,08 reais no cálculo do IR. Porém, o Fisco impõe uma série de regras.

Há menos de duas semanas no prazo final da entrega do IR, VEJA responde questões de leitores sobre o preenchimento da declaração, em parceria com a Sage Brasil. Tem perguntas? Entre no Instagram de VEJA. A questão deve ser enviada pela aba “Imposto de Renda”, fixada nos destaques dos stories.

Qual a idade máxima para declarar dependente universitário? @mofogmoraes

A idade máxima para declarar filho ou filha universitário é entre 21 e 24 anos. O fato do filho que faz faculdade completar 25 anos durante o ano-calendário de 2018 não ocasiona a perda da condição de dependência, que poderá ser utilizada durante todo o ano e não somente até a data de seu aniversário, desde que estiver cursando estabelecimento de ensino superior ou escola técnica de segundo grau.

É importante lembrar que também pode ser considerado dependente o filho(a) ou enteado(a) até 21 anos de idade, ou, em qualquer idade, quando incapacitado física ou mentalmente para o trabalho. Caso o dependente tenha fonte de renda, como estágio, é preciso relacionar. 

Continua após a publicidade

Neste ano, a Receita Federal passou a exigir de todos os dependentes, independentemente da idade, o preenchimento do CPF. Sem essa informação, não é possível relacionar o dependente.

Publicidade