Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Golpe da Copa do Mundo promete sorteio de prêmios da Coca-Cola

É comum que cibercriminosos aproveitam datas comemorativas e grandes eventos para espalhar golpes

Um golpe do WhatsApp promete celebrar a Copa do Mundo com um sorteio de mais de 1 milhão de prêmios da Coca-Cola. Para receber o presente o usuário precisa responder a um questionário.

A fraude foi identificada pelo analista de segurança da Kaspersky, Fabio Assolini, nesta quarta-feira. O torneio de futebol começou hoje na Rússia.

Na mensagem disseminada pelo aplicativo de mensagem, o usuário é incentivado a clicar no link. “Acabei de ganhar um Ps4. Garanta o seu antes que o estoque acabe”.

É comum que cibercriminosos aproveitam datas comemorativas e grandes eventos para espalhar golpes. Mensagens falsas foram identificadas na Páscoa, Dia das Mães, durante a greve dos caminhoneiros e na estreia do filme Os Vingadores.

Normalmente, os cibercriminosos aplicam esses golpes para conseguir dinheiro de duas formas: é possível lucrar com propagandas existentes na página (pageviews) ou com um sistema de pagamento que considera a quantidade de aplicativos baixados – se for sugerido ao usuário a instalação de um aplicativo, o dono do site pode ganhar uma porcentagem em cima de cada download.

Há casos em que são solicitados dados pessoais do usuário, como o número de telefone, o que faz com que a linha seja cadastrada em serviços premium que usam os créditos de celular da vítima, gerando prejuízos financeiros. Em outras situações, pode ocorrer o download automático de um arquivo malicioso no smartphone.

Para proteger-se, uma das orientações é desconfiar de qualquer promessa exagerada. Também é recomendável que o usuário mantenha em seu celular um software de segurança com a função antiphishing, capaz de analisar todas as ameaças existentes no ambiente on-line.

Procurada, a Coca-Cola esclareceu que nunca realizou qualquer sorteio via WhatsApp. “Durante o Mundial, a nossa única promoção oficial é a de copos colecionáveis. Pedimos atenção redobrada aos consumidores para mensagens falsas envolvendo a Copa do Mundo”.