Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Fed reconhece fraqueza econômica, mas dá continuidade a plano para elevar juros

Autoridade monetária abre caminho para uma elevação de juros em junho, mas que dependerá dos próximos dados econômicos

Por Da Redação 8 abr 2015, 15h53

Autoridades do Federal Reserve reconheceram riscos do exterior e um início de ano fraco na sua reunião de março, mas permaneceram bastante confiantes na força da recuperação para continuar a lançar bases para uma elevação dos juros ainda este ano, de acordo com a ata divulgada nesta quarta-feira.

A reunião terminou com o Fed abrindo a porta para uma elevação de juros em junho, e a ata mostrou que “vários participantes” disseram que esperavam que os próximos dados econômicos justificariam o início do aumento de juros no mês citado.

LEIA TAMBÉM:

Fed abre caminho para alta dos juros em junho deste ano

Yellen indica alta dos juros conforme economia dos EUA se recupere

Mesmo diante de um primeiro trimestre fraco, “membros viram uma melhora generalizada nas condições do mercado de trabalho, incluindo fortes ganhos no emprego”. Embora quase todos os membros tenham notado potenciais riscos ao cenário econômico resultante dos acontecimentos econômicos e financeiros estrangeiros, a maioria viu os riscos ao cenário para o crescimento econômico e o mercado de trabalho como quase equilibrados”, apontou a ata.

Outros integrantes do comitê do banco central americano, contudo, indicaram que “a queda dos preços da energia e a valorização do dólar podem continuar pesando sobre a inflação de curto prazo”, inclinando-se por uma elevação dos juros em uma data mais adiante, ainda neste ano.

As projeções da equipe mostram que embora o crescimento econômico dos EUA tenha desacelerado, ele continua forte o suficiente para continuar avançando na direção das metas de inflação e emprego do Fed – particularmente após o impacto do dólar forte e da queda dos preços do petróleo começar a diminuir.

(Com Reuters)

Continua após a publicidade
Publicidade