Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Fed pode ‘confundir investidores’ sobre alta de juros, diz ata

Manutenção de juros baixos por "tempo considerável" pode ser entendida como compromisso, independente de dados econômicos, diz documento

Por Da Redação 8 out 2014, 17h29

O debate do Federal Reserve (Fed, o banco central americano) sobre mudar a orientação sobre as taxas de juros esquentou no mês passado, com vários integrantes afirmando que a instituição corre o risco de confundir investidores. A conclusão foi divulgada nesta quarta-feira na ata da última reunião de política monetária do Comitê Federal de Mercado Aberto (Fomc, na sigla em inglês), realizada nos dias 16 e 17 de setembro.

“Foi levantada a preocupação de que a expressão ‘tempo considerável’ em relação a atual orientação futura pode ser mal interpretada como um compromisso, independentemente de dados econômicos”, mostrou o documento. Em comunicado divulgado no dia 17 de setembro, o Fomc havia repetido a promessa de que os juros continuarão bastante baixos por um “tempo considerável” após o fim de seu programa de compra de títulos, o que acontece desde março.

Leia mais:

Fed indica que alta dos juros virá mais cedo que o esperado

Atividade econômica dos EUA mantém expansão moderada, diz Fed

Fed vê avanço no mercado de trabalho dos EUA – mas não o suficiente

A magnitude do debate presente na ata sugere que o comitê pode agir já na próxima reunião, em 28 e 29 de outubro, para mudar sua descrição sobre quando pode começar a aumentar os juros. O Fed tem mantido as taxas de juros quase zeradas desde dezembro de 2008.

Mas enquanto o Fed estuda sobre como comunicar sua posição sobre a eventual alta dos juros, a ata também mostra preocupação com o avanço do dólar, a desaceleração da inflação e as turbulências econômicas na Europa e na Ásia -fatores que dão suporte à atual postura do banco central de manter a expansão monetária no futuro próximo.

(Com agência Reuters)

Continua após a publicidade


Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo da VEJA! Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.

a partir de R$ 39,90/mês

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Edições da Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 19,90/mês