Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Família espera quase 70 horas por voo dos EUA para o Brasil

Empresa informou que os atrasos nas viagens de Nova York foram causados pela “forte nevasca”e “fechamento temporário" de um terminal

A família da fotógrafa brasileira Carolina Dias, 34 anos, esperou quase 70 horas por um voo da Avianca para o Brasil. Seu voo estava marcado para sair às 23h30 de sábado de Nova York com destino a Guarulhos.

A combinação de uma forte nevasca com problemas de manutenção na aeronave acabaram cancelando o voo.  Outras companhias também cancelaram ou atrasaram suas operações.

No caso da Avianca, os passageiros reclamam que demoraram mais de 30 horas para serem informados que o voo havia sido cancelado. Neste período, tiveram as malas extraviadas, chegaram a embarcar em um voo e esperaram por três horas até serem informados que ele não decolaria e ainda esperaram horas por malas e assistência até um hotel. Nas 30 horas que passaram no aeroporto receberam apenas um tíquete-alimentação de 15 dólares.

Parte dos 176 passageiros foi embarcada em voos que saíram ontem à noite de Nova York. Ainda há um grupo esperando em um hotel. A empresa deu 48 horas de prazo para levar todos eles ao Brasil.

Carolina, que está acompanhada do filho de 3 anos e do do marido, viajou de Nova York para Miami na esperança de reduzir a esperar para chegar ao Brasil. Depois de esperar em Nova York, o voo das 16h55 de Miami foi adiado para a 1h de quarta-feira, mas sem previsão de embarque.

“O voo aparece como atrasado, mas não tem a confirmação de embarque. Os funcionários não sabem informar se ele de fato sairá”, afirma a brasileira.

Durante a confusão em Nova York, a bagagem da família de Carolina foi extraviada. Por volta das 21h (horário de Brasília), Carolina informou que conseguiu embarcar em um voo da Latam.

A Avianca ainda não comentou o caso do voo de Miami para Guarulhos. O espaço está aberto para que a empresa se manifeste.

Ontem, a empresa informou que os atrasos nas viagens de Nova York foram causados pela “forte nevasca”e “fechamento temporário do terminal 4 do aeroporto, nos dias 07 e 08, ocasionado por uma contingência relacionada à infraestrutura”. “Atrelado a isso, a aeronave programada para realizar o voo do dia 06 passou por um procedimento operacional corretivo em seus toalete.”

A empresa aérea inaugurou a linha Nova York-São Paulo há menos de um mês, no dia 15 de dezembro de 2017.

Chegaram ao Brasil

O casal paulistano Renata Vasques e Marcos Amado, que estava no mesmo voo cancelado de Nova York, conseguiu chegar hoje à tarde ao Brasil. Grávida de 25 semanas, Renata aproveitou a viagem de lua de mel para fazer o enxoval do bebê que está esperando.

No meio da confusão de Nova York, uma das bagagens foi extraviada. A mala continha um bebê-conforto, que o casal comprou para o enxoval do filho.

Casal no aeroporto de Nova York

Casal perde mala com enxoval de bebê após voo NY-SP ser cancelado depois de 30 horas (//Arquivo pessoal)