Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Economistas reduzem projeção para inflação em 2014 a 6,39%

Segundo relatório semanal Focus, mercado também elevou sua estimativa para o PIB de 2014, mas diminuiu a de 2015

Economistas de instituições financeiras reduziram a projeção para a inflação neste ano para 6,39%, ante estimativa anterior de 6,50%, mostrou a pesquisa Focus do Banco Central nesta segunda-feira. Com isso, a projeção volta para dentro da meta, cujo limite é 6,5%, mas ainda fica distante de seu centro (4,5%).

Na sexta-feira, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou dados sobre a inflação referente à abril. Apesar de o Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) ter desacelerado em relação a março, para 0,67%, em 12 meses o indicador já sobe 6,28%, dentro da meta, mas um nível preocupante.

Para 2015, os analistas ouvidos pelo BC para o Focus mantiveram sua projeção em 6% pela quarta semana consecutiva. O mercado também manteve sua expectativa quanto à Selic em 11,25% para este ano – hoje a taxa básica de juros está em 11% – e 12,25% ao fim de 2015. A próxima reunião do Comitê de Política Monetária (Copom) sobre taxas de juros será nos dias 27 e 28 de maio.

Leia também:

Dilma: ‘Inflação está sob controle, mas não está tudo bem’

Preço do imóvel perde para a inflação em 2014

Ainda segundo o Focus, o mercado elevou sua projeção para o crescimento econômico, passando-a de 1,63% para 1,69% em 2014. Para o ano que vem, a expectativa caiu de 1,91% para 1,90%.

Para a produção industrial, importante componente do Produto Interno Bruto (PIB), os analistas elevaram de 1,21% para 1,24% sua projeção para 2014, mas diminuíram de 2,65% para 2,37% a de 2015.

Leia ainda: OCDE reduz previsão de crescimento do Brasil em 2014 para 1,8%

Crescimento da economia brasileira desacelera, indica IBC-Br