Clique e assine a partir de 9,90/mês

Dólar abre em alta e chega a R$ 3,95 com incertezas no exterior

É o terceiro dia consecutivo de alta - as eleições presidenciais brasileiras também influenciam a moeda

Por Redação - Atualizado em 17 ago 2018, 10h18 - Publicado em 17 ago 2018, 10h01

O dólar abriu em alta de 0,83% nesta sexta-feira, cotado a 3,9362 reais às 9h30. Na máxima até agora, chegou ao patamar de 3,95 reais diante das tensões no exterior e incertezas da eleição presidencial brasileira. É o terceiro dia consecutivo de alta.

“As moedas emergentes ainda estão sofrendo em função da crise da Turquia. A própria lira turca está se desvalorizando, assim como o rubro russo, por exemplo”, explicou o economista-chefe da SulAmérica Investimentos, Newton Rosa. “As pesquisas eleitorais do Brasil também podem estar impactando negativamente a perspectiva do mercado”.

Na véspera, o dólar subiu 0,09%, a 3,9032 reais. Neste ano, o valor máximo de fechamento da moeda foi de 3,93 reais.

A alta da moeda é reflexo das preocupações com a crise cambial na Turquia. Ontem, os Estados Unidos ameaçaram impor novas sanções à Turquia caso o pastor Andrew Brunson, preso e acusado de terrorismo por Ancara, não seja libertado.

Continua após a publicidade

Na última sexta-feira, o presidente americano Donald Trump já havia elevado as tarifas do aço e alumínio para o país. Desde o início do ano, a lira turca acumula desvalorização de 40%.

No cenário interno, a eleição presidencial é o que mais preocupa os investidores, uma vez que os candidatos pró-mercado não crescem nas pesquisas eleitorais. Os presidenciáveis Geraldo Alckmin (PSDB) e Henrique Meirelles (MDB) são os nomes que mais agradam o mercado.

Publicidade