Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Desemprego atinge recorde de 14,2 milhões de pessoas, diz IBGE

A taxa de desemprego subiu a 13,7%, o maior valor desde o início da série histórica deste indicador, inciada em 2012

O número de desempregados no país atingiu 14,2 milhões de pessoas no trimestre encerrado em março, um novo recorde, segundo divulgou o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) nesta sexta-feira.  O número é 1,8 milhão maior que o verificado no trimestre anterior e 3,1 milhões superior ao registrado no mesmo trimestre de 2016. O total de desempregados é o maior desde o início da série histórica desse indicador, em 2012.

O IBGE considera como desempregado as pessoas que buscam, mas não conseguem, ocupação formal. Essa taxa de desocupação foi estimada em 13,7%, e representa a porcentagem da população em condições de trabalhar que não conseguiu emprego. Esse índice também bateu recorde nos três meses encerrados em março deste ano, e era de 12% no trimestre encerrado em dezembro, e de 10,9% entre janeiro e março de 2016.

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Almir Bohana

    12 anos de governo do PT. E as decisões políticas de Lula e Dilma levaram a nação ao caos. Tanto na
    na econômica, na educação, na saúde, na política internacional e na política social. E ainda vamos
    pagar durante um bom período. É o preço que vamos pagar por colocar pessoa ignorantes, sem formação e imbuídas apenas na corrupção. Bem feito. Que sirva de lição.

    Curtir

  2. José Antonio Debon

    14,2 milhões de desempregados todos da iniciativa privada.
    Porque não tem nenhum desempregado no serviço público ?

    Curtir

  3. José Antonio Debon

    Os caras do serviço público fazem o que bem entendem, greves paralisações, etc…. até por meses e não acontece nada e ainda recebem o salário integral. Porque essa gente não é demitida

    Curtir

  4. Fabricio Aguirre

    Porque essa série `histórica` foi iniciada apenas em 2012 ?

    Curtir