Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.

BNDES negocia com Fazenda prorrogação do PSI

Programa foi criado em 2009 e oferece linha de crédito para a compra de bens de capitais e investimentos em tecnologia e inovação

Por Da Redação - 1 out 2013, 16h20

O presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Luciano Coutinho, disse, nesta terça-feira, que o banco de fomento está em negociações com o Ministério da Fazenda para renovação do Programa de Sustentação do Investimento (PSI). Questionado sobre se o volume de recursos direcionado ao programa poderia ser reduzido como forma de reforçar o financiamento dos projetos de infraestrutura, o executivo salientou que o programa também serve de apoio aos projetos desse setor.

Criado em 2009, o PSI tem orçamento de 100 bilhões de reais para este ano, sendo desse total, 85 bilhões de reais de recursos próprios do BNDES. A data de encerramento do programa é 31 de dezembro deste ano.

Leia também:

Em NY, Dilma dá aula de como espantar investidores

Publicidade

Para Mantega, investimentos podem alcançar 24% do PIB nos próximos anos

Bancos públicos detêm 50,7% do crédito no país, mas devem reduzir ritmo

Infraestrutura – O presidente do BNDES negou que haja desconfiança dos investidores em relação ao programa de infraestrutura. Para ele, o que existe é a “preocupação dos empresários em reduzir custos, sua natural propensão em evitar riscos, e apontar dificuldade”, disse, acrescentando que o governo tem sido construtivo em tentar dialogar para superar esses receios.

O governo vem enfrentando dificuldades para atrair a atenção de investidores para as concessões de infraestrutura programadas para 2013 e 2014. Para Coutinho, as iniciativas do governo no exterior, apresentando os projetos para buscar atrair investidores, têm dado resultado. “Alguns investidores internacionais, principalmente de longo prazo, já fizeram algumas decisões de investimento em operadores logísticos brasileiros, então estamos avançando”, comentou.

Publicidade

(com Estadão Conteúdo)

Publicidade