Banco do Brasil oferece descontos de até 92% para renegociação de dívidas

Ação acontece entre os dias 2 e 6 de dezembro e faz parte do mutirão do Banco Central; prazos para pagamento podem chegar a dez anos

Por da Redação - 25 nov 2019, 17h17

O Banco do Brasil irá oferecer até 92% de desconto para clientes do banco renegociarem suas dívidas. A ação faz parte do mutirão anunciado pelo Banco Central e pela Federação Nacional dos Bancos (Febraban), que ocorre entre os dias 2 a 6 de dezembro.

O Banco do Brasil afirma que, além do desconto, a renegociação conta com prazos de pagamento que podem chegar a 120 meses e com até 180 dias de carência. O Banco também oferecerá, promocionalmente, taxas de juros até 14% menores para as operações de renegociação.
 
A renegociação pode ser feita por todos os clientes pessoa física que possuam operações de crédito vencidas com o BB, independentemente da faixa de renda e do tempo de inadimplência.

 
“Mobilizamos toda a nossa rede para esta ação de enorme relevância e que incentiva a reinclusão das pessoas no mercado de consumo no momento em que aumentamos a velocidade do crescimento econômico”, disse Rubem Novaes, presidente do Banco do Brasil. Segundo ele, todas as agências do banco participam da ação.  57 agências do banco  em horário estendido, das 10h às 20h, nas capitais e no Distrito Federal.

Outra opção aos clientes é o atendimento digital pelo Portal de Renegociação de Dívidas e pelo app do banco. Segundo o BB, o canal ultrapassou a marca de 1 milhão de acordos negociados desde o seu lançamento, em setembro de 2014. O valor total corresponde a 12,5 bilhões de reais.

O mutirão de renegociação do Banco Central e da Febraban foi anunciado na semana passada. Além do Banco do Brasil, Bradesco, Itaú, Caixa Econômica Federal, Santander e Banrisul devem participar da ação.

Publicidade