Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Banco central russo diz que país pode ajudar UE via FMI

Por Álvaro Campos

Moscou – O presidente do Banco Central da Rússia, Sergei Ignatyev, disse hoje que o país está pronto para ajudar a União Europeia (UE), mas somente via Fundo Monetário Internacional (FMI). Na semana passada, representantes dos Brics (Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul) se reuniram em Washington, em meio a rumores de que esses países participariam de um plano de ajuda à zona do euro.

Separadamente, Ignatyev disse que a Grécia está próxima de um default (calote) e que a situação das dívidas soberanas na zona do euro é “crítica”. “Portugal e Irlanda tiveram problemas, e os participantes dos mercados financeiros começam a duvidar da capacidade da Espanha e da Itália de pagar o serviço das suas dívidas soberanas”, afirmou.

O presidente do banco central também disse que a Rússia pode entrar em recessão se os preços do petróleo caírem significativamente, mas afirmou que a previsão é que o barril fique em torno de US$ 100 em 2012. Ignatyev comentou ainda que não vê problemas de liquidez no mercado interno, mas que o governo está pronto para fornecer ajuda aos bancos russos, se necessário. As informações são da Dow Jones.