Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Ações despencam 19% e Facebook perde US$ 120 bi em valor de mercado

Papéis da empresa são cotados em cerca de 175 dólares após decepção com balanço; segundo site americano, alguns investidores pedem a demissão de Zuckerberg

As ações da rede social Facebook despencaram 19% nesta quinta-feira (19), registrando a maior queda diária da história de Wall Street. O preço dos papéis foram cotados em 176 dólares (659 reais), após a empresa divulgar um relatório financeiro abaixo do esperado pelo mercado na quarta.

O resultado representa uma perda de 120 bilhões de dólares (cerca de 448 bilhões de reais) em valor de mercado da companhia de Mark Zuckerberg – que agora vale 510 bilhões de dólares (quase 2 trilhões de reais).

Com o prejuízo, alguns grandes acionistas do Facebook já começam a pedir a demissão de Zuckerberg, de acordo com o site especializado Business Insider.

O site aponta que o fundo Trillium, que controla mais de 11 milhões de dólares (41 milhões de reais) em ações do Facebook, protocolou proposta para mudar a governança corporativa da empresa, com o objetivo de fazer com que o empresário abandone ao menos um de seus postos. Na avaliação do grupo, ele concentra muito poder ao ocupar o cargo de CEO e também de presidente do conselho.

Avaliação dos Investidores

Na avaliação dos investidores, a receita e o número de usuários da rede social divulgados no relatório ficaram abaixo das expectativas. Além disso, a empresa alertou para a desaceleração do próprio crescimento e aumento de despesas para investir na privacidade dos usuários e no monitoramento de postagens. 

As despesas totais no segundo trimestre subiram para 7,4 bilhões de dólares, um crescimento de 50% sobre um ano antes.

A receita do Facebook cresceu no ritmo mais lento em quase três anos, avançando 14% sobre um ano antes, para 13,2 bilhões de dólares no segundo trimestre. A rede social alcançou lucro de 5,1 bilhões de dólares no período, com um avanço de 31%.

(Com EFE e Reuters)