Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

99 inaugura espaço com área de descanso e banheiros para motoristas

Local oferece carregadores de celular, água e brindes para motoristas oferecerem a seus passageiros

A 99 inaugurou nesta terça-feira um espaço de descanso, treinamento e relacionamento para os motoristas do aplicativo. Na Casa, como o local foi batizado, os parceiros poderão solucionar problemas relacionados ao aplicativo ou descansar entre uma corrida e outra.

A ideia é estreitar a relação com os motoristas e fidelizá-los – é comum que eles usem mais de um aplicativo para trabalhar. A 99 quer transformar seus 25 atuais centros de atendimento e treinamento (CATs) em Casas 99. O novo espaço conta com uma área de descanso com banheiros, wifi livre, máquina de alimentos, local para carregar o celular, massagem e brindes – como sacos de lixo e balas (para oferecer aos passageiros).

Atualmente, a 99 possui 300.000 motoristas cadastrados na plataforma. A Uber, por exemplo, tem mais de 500.000 condutores.

Na Casa 99, os motoristas ainda têm acesso a treinamentos, como de educação financeira, e workshops de inglês e cuidados com a saúde. Durante a Copa do Mundo na Rússia, o local irá transmitir os jogos da seleção brasileira.

“Os motoristas podem vir aqui e vamos ajudá-los com qualquer assunto relacionado à 99”, afirmou o diretor de relacionamento com clientes da empresaCaio Poli. “Queremos transformar o lugar em um centro onde motoristas encontrem oportunidades e melhorias para a vida deles”.

A primeira unidade da Casa 99 está localizada na Rua São Sebastião, 281, em Santo Amaro. O local estará aberto das 9h às 17h de segunda a sexta-feira. “Os motoristas têm maior renda no horário de pico. Então deixaremos a Casa aberta nos horários de menos demanda, durante a pausa deles”, disse Poli. Em julho, o projeto será expandido para o Rio de Janeiro. “Cada região vai ter sua proposta com parcerias locais”, explicou Poli.

Para o motorista da 99, Cristiano Novaes, 37, o relacionamento da empresa com o cliente é um diferencial. “O motorista tem muita dificuldade em usar o banheiro e encher sua garrafa de água. Aqui, ele vai conseguir fazer isso”, contou. “A Casa 99 é muito diferente do CAT, o atendimento vai melhorar bastante. Aqui o motorista se sente mais acolhido.”

“Dentro do aplicativo, aprendi valores que não entendia antes. No mesmo dia, posso me relacionar com uma pessoa de condição financeira boa, outra com uma condição não tão boa e uma pessoa sem condição nenhuma”, afirmou Novaes, que trabalha no aplicativo há um ano e seis meses.

Motorista da 99, Cristiano Novaes, 37, visita a Casa 99, ambiente de relacionamento para motoristas

Motorista da 99, Cristiano Novaes, 37, visita a Casa 99, ambiente de relacionamento para motoristas (Thais Augusto/VEJA.com)

A motorista Luísa Pereira, 36, trabalha na plataforma há dois anos. “A Casa 99 vai ser bem mais funcional para o motorista. Ele chega, consegue carregar o celular e até tirar uma sonequinha. É desgastante dirigir o dia todo”, contou ela.

“Com a 99, temos a possibilidade de conversar cara a cara, você não precisa falar com um computador. E eles têm a humildade de falar quando estão errados”, disse. “Se a 99 fosse uma pessoa, ela seria uma pessoa humilde”.

Luísa conta que possui cadastro em todos os outros aplicativos de transporte – Uber, Cabify e Lady Driver. Segundo ela, a preferência pela 99 está na taxa cobrada pelo aplicativo por corrida (16,99%). “O público da 99 também é diferente. Eles dizem que escolhem o aplicativo porque os motoristas são legais, mas nós somos assim porque eles são legais”, disse.

Parcerias

A 99 firmou parcerias para oferecer serviços aos condutores. “Temos parceria com empresas de telefonia, por exemplo. A empresa vende o pacote de dados mais barato e diminui o custo [de vida] do motorista”, contou Poli. “Pegamos todos esses custos do motorista e oferecemos condições especiais para que ele consiga ganhar mais dinheiro”.

Uma das parcerias é com a Movida, empresa de aluguel de carro. Para motoristas da 99, a locação sai por 1.399 reais mensais para um modelo de carro básico com ar condicionado. Outro benefício permite que os condutores aprendam inglês com a EnglishLive com 50% de desconto – o curso custa 150 reais por mês.

Os motoristas da 99 também conseguem desconto em outros produtos. No Habib’s, será possível economizar até 35%. Uma parceria com a Sony promove desconto de 25% em todos os celulares da marca.