Assine VEJA por R$2,00/semana
Imagem Blog

Radar Econômico Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO

Por Victor Irajá
Análises e bastidores exclusivos sobre o mundo dos negócios e das finanças. Com Diego Gimenes e Felipe Erlich
Continua após publicidade

Minerva se mostra confiante em retomada de exportações após “vaca louca”

VEJA Mercado: ministério da Agricultura suspendeu envio de remessas após confirmação de caso da doença no Pará

Por Diego Gimenes Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO
23 fev 2023, 13h37

A Minerva, empresa de alimentos com atuação na comercialização de carne in natura, couros, derivados e exportação de gado vivo, se mostra confiante no reestabelecimento das exportações de carne bovina para a China. O ministério da Agricultura suspendeu as exportações depois da confirmação de um caso de “vaca louca” em um animal de 7 anos em Macapá, no Pará. A doença degenerativa afeta o sistema nervoso de animais bovinos, provocando demência, e pode levar à morte. A medida é praxe nesse tipo de situação em razão de um protocolo selado entre Brasil e China que prevê a suspensão automática das remessas quando algum caso é confirmado no país. As ações da Minerva tombaram 7,5% na última quarta-feira, 22.

Em comunicado aos seus acionistas, a Minerva tentou acalmar os ânimos e ressaltou que suas plantas no Uruguai e na Argentina vão atender a demanda chinesa sem prometer o seu relacionamento com clientes. Além disso, ressaltou que o caso confirmado é atípico e acredita na rápida normalização do cenário. “Importante salientar que, desde 2015, a Organização Mundial de Saúde Animal exclui a ocorrência de casos atípicos para efeitos do reconhecimento do status oficial de risco do país, sendo que a doença pode ocorrer de forma espontânea e esporádica em todas as populações de bovinos do mundo. Em função disso, a Minerva acredita que, tal qual em períodos anteriores, a suspensão das exportações brasileiras é temporária e deverá ser retomada em um curto espaço de tempo”, afirma em nota. Por volta das 13h30, os papéis da companhia tinham leve alta de 1,5%.

Siga o Radar Econômico no Twitter


Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

O Brasil está mudando. O tempo todo.

Acompanhe por VEJA.

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.