Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Samsung promete lutar contra a Apple nos EUA

Empresa sul-coreana diz que vai adotar 'todas as medidas' para manter a venda de seus produtos; Apple quer banir smartphones da linha Galaxy

A Samsung informou nesta terça-feira que vai “tomar todas as medidas necessárias para garantir a presença de nossos produtos no mercado americano”. O comunicado da fabricante sul-coreana, citado pelo jornal Wall Street Journal, é uma resposta à ação judicial aberta pela Apple nesta segunda que pede a proibição da venda de oito produtos da Samsung nos Estados Unidos, entre eles smartphones da linha Galaxy, carro-chefe da companhia asiática.

Leia mais:

Vitória da Apple pode dar novo rumo à indústria de tecnologia

Na última sexta-feira, a Samsung sofreu um duro golpe, ao ser derrotada pela Apple em uma batalha relativa a violação de patentes. No processo, a Justiça americana condenou a empresa a pagar à rival mais de 1 bilhão de dólares.

De acordo com um porta-voz da Samsung, o primeiro movimento de contra-ataque será recorrer da decisão tomada pelo júri da corte de San Jose, na Califórnia. Além disso, a companhia vai entrar em contato com as operadoras de telefonia móvel americanas para alterar ou remover recursos de infraestrutura que violem patentes da Apple.

O julgamento, considerado como a maior disputa de patentes da história dos Estados Unidos, durou três semanas. A decisão causou queda no valor das ações da empresa sul-coreana. Os papéis da rival, por outro lado, registraram alta – consolidando a posição da Apple como a empresa mais valiosa do mundo, avaliada em mais de 670 bilhões de dólares.