Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

PlayStation Network pode voltar ao ar até o fim do mês, diz Sony

Empresa sofre pressão de consumidores para resolver caso

A Sony está em uma situação complicada. No último sábado, a companhia afirmou que não tinha previsão para a volta da rede Playstation Network (PSN), desenvolvida para jogadores do console Playstation 3. A notícia não foi bem recebida entre consumidores, que criticaram a companhia pela falta de agilidade para resolver uma crise que já afeta mais de 100 milhões de pessoas ao redor do mundo. Nesta segunda-feira, para acalmar os ânimos, Shigenori Yoshida, um porta-voz da empresa no Japão, afirmou à agência Bloomberg que o sistema pode voltar ao ar até o dia 31.

Em menos de um mês, a companhia foi alvo de dois ataques que colocaram em risco os dados pessoais de mais de 100 milhões de pessoas. Só no primeiro incidente, com a PSN, foram mais de 78 milhões de usuários prejudicados. O segundo atingiu a divisão de jogos para computadores conhecida como Sony Online Entertainment (SOE), com mais de 25 milhões de pessoas cadastradas.

Na última semana, o chefe-executivo da Sony nos Estados Unidos, Howard Stringer, pediu desculpas aos usuários da PlayStation Network e de outros serviços on-line, quebrando seu silêncio sobre o grande vazamento de dados ocorrido.

Leia mais:

Invasão de redes da Sony expõe calcanhar de Aquiles do e-commerce

No Brasil, indenização a vítimas de furto de dados não é garantida

Sony vai cobrir danos por roubo de dados até US$ 1 milhão