Microsoft ataca Google em disputa de serviços de e-mail

Companhia liderada por Steve Ballmer destaca fato de mensagens de usuários do Gmail serem lidas por robôs com finalidade publicitária

A Microsoft abriu fogo novamente contra o rival Google em sua mais recente campanha promocional do Outlook.com, seu serviço de e-mail. A gigante do software liderada por Steve Ballmer afirmou que as mensagens de usuários de Gmail, serviço de e-mails do Google, são lidas por robôs da companhia com finalidades publicitárias.

Leia também:

O que há de novo no Outlook.com, o novo rival do Gmail

“O Google vasculha todos os e-mails enviados e recebidos para buscar palavras-chave e direcionar anúncios pagos aos usuários do Gmail”, diz a Microsoft. A solução, é claro, prega a companhia, é adotar o Outlook.com.

Não se trata de uma crítica sem fundamento. O Google realmente analisa as mensagens trocadas através do Gmail com o objetivo de melhorar a publicidade exibida na interface de e-mail do usuário. Existem, porém, opções para quem pretende impedir a prática, como o uso da versão HTML do serviço.

A empresa de Ballmer garante que o Outlook.com prioriza a privacidade e que não exibe anúncios com base em palavras-chave. “O seu e-mail não é da conta de ninguém, mas o Google faz disso o seu negócio”, ataca.

O Outlook.com surgiu como substituto do Hotmail. O serviço foi lançado em julho do ano passado pela Microsoft.