Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

LulzSec invade 10.000 contas de Twitter

Grupo cracker atacou perfis acessados através do aplicativo TweetGif

Os crackers do LulzSec voltaram à cena em mais um ataque na rede. O grupo reivindicou o vazamento de informações de 10.000 contas do Twitter acessadas através do aplicativo TweetGift, que permite o compartilhamento de imagens gifs no microblog.

Dados como nomes reais, senhas, biografias e localizações dos usuários foram publicados no endereço http://www.pastebin.com/rCme2gpQ. No mês passado, o grupo vazou informações de 171.000 militares cadastrados no millitarysingles.com.

A volta do LulzSec pode estar relacionada à prisão de cinco membros líderes do grupo na Grã-Bretanha e Irlanda, em março.

LulzSec tem como alvo uma ampla variedade de organizações, seja por razões ideológicas ou apenas por diversão. O grupo foi responsável pelo ataque de sites da AT&T, Sony e Marinha dos Estados Unidos. Em junho do ano passado, o grupo afirmou que se “aposentaria”, embora um mês depois tenha organizado uma ação contra o jornal britânico The Sun.

A facção cracker pode estar conectada, ainda que indiretamente, ao Anonymous, outro grupo internacional que defende o hackativismo.