Apple confirma evento no dia 9: vem aí o iPhone 6

Duas versões do smartphones devem ser apresentadas em Cupertino, na Califórnia

A Apple começou a enviar à imprensa americana, nesta quinta-feira, os convites para o seu próximo evento de lançamento de produtos, que será realizado no dia 9 de setembro. A empresa não revelou se na ocasião vai apresentar o iPhone 6, nova versão de seu smartphone, mas essa é a expectativa de todo o mercado. O convite exibe a frase: “Nós gostaríamos de poder dizer mais”, uma forma de aumentar a expectativa sobre os novos produtos.

Leia também:

Apple enfrenta atraso na produção de telas do iPhone 6

Nova versão do iPhone terá tela feita de safira

A companhia deve anunciar duas versões do iPhone com tela mais resistente, feita de safira. Os modelos devem ganhar telas de 4,7 e 5,5 polegadas, maiores do que as do iPhone 5C e 5S, que usam a de 4 polegadas. Os novos produtos também devem ganhar novo design, com traseira em metal. Durante o evento, a Apple também pode revelar seu primeiro relógio inteligente, que até agora vem sendo informalmente chamado de iWatch.

Os aparelhos chegarão ao mercado com o iOS 8, nova versão do sistema operacional para dispositivos móveis, anunciada em junho. Durante o evento, a empresa deve anunciar quando vai liberar a atualização para os atuais usuários do iPhone, o que deve acontecer alguns dias antes de o novo iPhone chegar às lojas. “Os produtos devem chegar às lojas em uma data perto do dia 19 de setembro”, diz Gene Munster, analista especializado na Apple da consultoria americana Piper Jaffray, em entrevista ao site de VEJA.

O evento será realizado no Flint Center for the Performing Arts, na cidade de Cupertino, na Califórnia. O lançamento acontece cerca de um ano após a apresentação oficial do iPhone 5S e do iPhone 5C e na mesma semana da IFA, uma das maiores feiras de eletrônicos da Europa, que será realizada entre 5 e 10 de setembro, em Berlim, na Alemanha. Durante a exposição, rivais da Apple, como Samsung e LG, devem anunciar novos smartphones e relógios inteligentes.

O sucesso do iPhone 6 é fundamental para a Apple, já que o smartphone representa quase 60% de sua receita total, ao mesmo tempo em que a venda de computadores da marca caem – as de iPads seguem estáveis. Com os novos smartphones, a empresa tenta se manter competitiva em um mercado com uma presença cada vez maior de aparelhos com sistema operacional Android, do Google.