Você sabe dizer que órgão é esse?

É um clitóris desenvolvido em impressão 3D por uma pesquisadora francesa. O órgão será usado pelas escolas francesas nas aulas de educação sexual

A partir deste mês as crianças francesas contarão com um novo objeto em suas aulas de educação sexual: um clitóris anatomicamente correto impresso em 3D. A nova ferramenta foi desenvolvida por Odile Fillod, pesquisadora sociomédica francesa, e busca familiarizar meninos e meninas com a anatomia pouco conhecida deste órgão cuja única função é o prazer da mulher durante a relação sexual.

A partir do modelo desenvolvido por Odile, que está disponível gratuitamente para todos que tiverem acesso a uma impressora 3D, os alunos vão aprender por exemplo, que o clitóris é composto do mesmo tecido que o pênis. Também que é dividido em bulbo esponjoso (parte mais escura, no meio), corpo cavernoso (ao redor do bulbo) e glande (parte visível) e possui 8.000 terminações nervosas sensíveis  – o dobro da glande do pênis. Na verdade, a principal diferença entre um clitóris e um pênis é que a maior parte do tecido erétil feminino é interna.

“É importante que as mulheres tenham uma imagem mental do que está realmente acontecendo em seu corpo quando elas são estimuladas. Ao entender o papel fundamental do clitóris, uma mulher pode parar de sentir vergonha, ou [que ela é] anormal se uma relação sexual com penetração não funcionar  – considerando os dados anatômicos, esse é o caso para a maioria das mulheres. Também é importante saber que o equivalente ao pênis em uma mulher não é a vagina, mas o clitóris. Mulheres têm ereções quando estão excitadas, só que você não pode vê-la porque a maior parte do clitóris é interna. Eu queria mostrar que homens e mulheres não são fundamentalmente diferentes”, disse Odile.

Leia também:
Estudo mapeia resposta do cérebro da mulher ao sexo
O desejo em pílulas

Segundo a pesquisadora, poucas pessoas estão cientes, mas o pênis e o clitóris são incrivelmente semelhantes. Na verdade, até a 12ª semana de gestação, os fetos têm a mesmo genitália. A partir daí a estruura diverge e forma o clitóris ou o pênis. A semelhança é tamanha que o clitóris incha quando está excitado, assim como um pênis, e até mesmo experimenta seu próprio tipo de “ereção”, aumentando de tamanho ao ser estimulado. Inclusive, no período fértil da mulher ele pode ficar 2,5 vezes maior que seu tamanho “normal”.

Segundo informações do jornal inglês The Guardian, a educação sexual francesa começa na escola primária com os aspectos gerais da reprodução e entra em detalhes mais específicos a partir do ensino fundamental quando inicia-se uma discussão sobre doenças sexualmente transmissíveis (DSTs), mudanças físicas desencadeadas pela puberdade e os órgãos sexuais. No ensino médio, os alunos têm aulas sobre contracepção.

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Adriano Zawadzki

    Sugiro ler o texto antes de publicar, eu li apenas uma vez e encontrei 3 erros.

    Curtir