Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

‘Sangrento’, hambúrguer sem carne pode vitaminar onda vegana

Criado por uma startup financiada pelo Google, o 'impossible burger' pode reduzir o abate de animais e até combater o aquecimento global

A preocupação com a conservação da natureza tem impulsionado o vegetarianismo mundo afora. Essa onda também abre oportunidades de negócios. Com foco tanto no discurso “verde” como na nova clientela, surgiu no Vale do Silício, na Califórnia, a startup Impossible Foods, que busca converter até os mais apaixonados por carne em vegetarianos. A tática: deixar os produtos veganos cada vez mais parecidos com carne. A empresa foi fundada em 2011 pelo bioquímico americano Patrick Brown, que quer convencer quem gosta de comer um hambúrguer suculento a procurar alternativas veganas. Brown estudou a composição das peças bovinas e descobriu que o que dá gosto a elas é uma combinação de moléculas equivalente a outras encontradas em plantas. Faltava recriar outro elemento fundamental: a aparência avermelhada. Aí está o molho secreto do que chamou de impossible burger: a molécula heme, que também existe na clorofila de plantas, de onde foi retirada por Brown. O truque dá aquele visual “sangrento”. O sanduíche improvável começou a chegar às mesas em julho do ano passado e hoje é servido em três lanchonetes californianas e em uma nova-iorquina.

Para ler a reportagem na íntegra, compre a edição desta semana de VEJA no iOS, Android ou nas bancas. E aproveite: todas as edições de VEJA Digital por 1 mês grátis no Go Read.

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Mauricio Reppetto

    Ha, ha, ha ,ha, é o primo “hamburger” da Coca-Cola!!!!

    Curtir

  2. Rodrigo Queiroz

    Feito de soja transgenico

    Curtir

  3. igor leite batizaco

    Bela Gil adorou a idéia kkkkkkkkk

    Curtir

  4. Vanessa Pereira

    Trangênicos, defensivos agrícolas e “ingredientes secretos”. Isso sim é saudável.

    Curtir