Primeiro caso de zika transmitida por relação sexual é registrado na França

Segundo autoridades de saúde do país, homem que havia viajado ao Brasil infectou parceira. Ambos passam bem

Uma autoridade do setor de saúde da França afirmou que o país registrou o primeiro caso de transmissão do vírus zika por meio de uma relação sexual. A mulher contaminada pelo vírus não estava grávida. O diretor-geral do Instituto Francês para a Vigilância da Saúde Pública, François Bourdillon, disse à emissora de televisão BFM que “a paciente não viajou, o companheiro dela havia retornado do Brasil”, onde foi infectado com o vírus. Segundo Bourdillon, os dois passam bem.

Leia também:

Zika vírus pode estar ligado a lesões no cérebro de adultos

Ainda não está clara a relação do zika com a microcefalia, diz diretora da OMS

O vírus da zika é primariamente disseminado pelo mosquito Aedes aegypti e a transmissão por via sexual é considerada rara. Nos Estados Unidos, o Centro para Controle e Prevenção de Doenças (CDC, sigla e inglês) informou na última semana sobre dois casos de transmissão do zika por relação sexual. Em ambos os casos, dois homens que haviam viajado contaminaram as parceiras. Além disso, há outros quatro casos prováveis nos EUA, bem como investigações sobre 14 outros registros suspeitos.

(Com Estadão Conteúdo)