Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Mortos pela gripe suína chegam a 22. Paraná anuncia 1ª morte

Já chega a 22 o número de mortos por causa da gripe suína no país. Na noite desta terça-feira, a Secretaria de Saúde do Paraná confirmou a primeira morte por causa da doença no estado. Também à noite, a Secretaria de Saúde de Osasco, na Grande São Paulo, anunciou a terceira vítima fatal da doença na cidade. Agora, o estado de São Paulo contabiliza nove mortes por gripe suína.

Mais cedo, a Secretaria da Saúde de São Paulo confirmou cinco novas mortes causadas pela doença no estado. Dos cinco novos casos registrados, quatro são da capital e um da região de Campinas. Somando-se às três vítimas que já haviam sido registradas e à nova de Osasco, o estado tem nove mortes no total.

A vítima do Paraná é uma mulher que apresentou primeiros sintomas da doença no dia 9 de julho. O quadro clínico piorou depois de dois dias e evoluiu para uma pneumonia. Ela morreu dia 14, na região de Jacarezinho. Em Osasco, a prefeitura explicou que a nova vítima é uma jovem de 23 anos que estava em coma há uma semana no Hospital Regional da cidade e morreu na noite desta terça. Segundo a secretaria, o caso não tem qualquer relação com os outros dois óbitos registrados na cidade.

Na segunda-feira, a Secretaria de Saúde do Rio Grande do Sul confirmou a morte de outras quatro pessoas por gripe suína no estado. Duas foram em Uruguaiana: uma menina de 5 anos, dia 15, e uma mulher de 36, grávida de 8 meses, dia 16. Também morreram um serralheiro de 40 anos, dia 17, em Santa Maria, e um caminhoneiro de 29, em São Borja, no dia 6.

Segundo o comunicado da Secretaria de Saúde de São Paulo, as novas vítimas são: uma idosa de 68 anos que morreu no último dia 12; uma grávida de 27 anos que morreu em 14 de julho – o bebê passa bem, já que os médicos realizaram uma cesariana -; um homem de 50 anos, que ficou internado por sete dias e faleceu em 20 de julho; uma mulher de 44 anos que morreu em 18 de julho; e uma mulher de 26 anos que foi internada no dia 16 e morreu no dia 17, já com quadro de pneumonia.

Segundo último balanço divulgado pelo Ministério da Saúde, na última quarta-feira, o Brasil tem 1.175 casos confirmados de gripe desde o dia 8 de maio. A maioria dos casos ocorreu em São Paulo (512), seguido do Rio Grande do Sul (135) e Rio de Janeiro (128).

É no Rio Grande do Sul que se concentra o maior número de vítimas fatais da doença – 11, das 21 registradas no país. O Rio de Janeiro registrou uma morte até o momento.