Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Idoso volta a enxergar após transplante de dente nos olhos

John Ings, de 72 anos, voltou a enxergar graças a um implante de dente no olhos. O procedimento inusitado promete devolver a visão e a percepção das cores

O australiano John Ings, de 72 anos, voltou a enxergar graças a um implante de dente em sua bochecha. O procedimento, chamado de osteo-odonto queratopróteses, foi desenvolvido na Itália em 1963 e é executado em quatro longas etapas. No entanto, a cirurgia ainda é pouco realizada.

Veja também

Tratamento inusitado

Em entrevista ao jornal Goulburn Post, John explicou que depois de contrair herpes, há 16 anos, o vírus danificou suas córneas e ele foi, gradativamente, perdendo a visão até que decidiu se arriscar no tratamento inusitado.

A primeira fase consiste na retirada de um dos dentes do paciente junto com uma parte da mandíbula, de tamanho compatível ao da córnea. Em seguida, uma lente especial foi inserida no tecido retirado e o conjunto foi costurado no interior da bochecha do paciente.

Isso é feito para que o corpo não rejeite o material, o que é muito frequente em transplantes tradicionais. O próprio organismo reage nutrindo esse dente, de forma natural, criando uma rede de vascularização apropriada. Dessa forma, as lentes inseridas são preparadas para a órbita ocular.

Veja também

Sucesso

Após esse período, o dente de John foi removido das bochechas e finalmente implantado embaixo da membrana. Os médicos então abriram um buraco no tecido da mucosa que permitia a entrada de luz na lente, devolvendo a visão ao paciente. Depois de uma fase de recuperação, o idoso mostrou-se feliz por voltar a enxergar e satisfeito com o resultado da cirurgia.

Os médicos acreditam que esse tratamento pode ser utilizado cada vez mais, beneficiando um maior número de pessoas. Entretanto, de acordo com informações da BBC Brasil, a técnica é indicada principalmente para aqueles que sofreram algum tipo de trauma na córnea, como lesões e queimaduras.