Cinco sinais que o corpo dá quando o consumo de proteína é baixo

Você consome proteínas suficientes? Fadiga, dor muscular e queda de cabelo são alguns dos sinais de falta da substância no organismo

Você consome proteínas de forma suficiente? O componente, encontrado em alimentos de origem vegetal e animal, é essencial para o bom funcionamento do nosso corpo. Ele também ajuda a perder peso, ganhar massa magra e até afasta o desejo por alimentos calóricos. Por outro lado, sua falta pode causar inúmeros problemas como fadiga, queda de cabelo e até baixa imunidade.

“O mais comum é que as pessoas consumam proteínas em excesso. Mas as dietas muito baixas em calorias ou mal equilibradas podem levar a um déficit proteico”, diz Aisling Pigott, porta-voz da Associação de Nutricionistas do Reino Unido, à BBC Mundo.

Você chega em casa depois do trabalho extremamente cansado, quase se arrastando? A dor nos músculos é constante e não vai embora? Você perde cabelo na mesma velocidade com a qual ganha rugas? Segundo a rede britânica BBC, todos esses sinais podem em relacionados à baixa ingestão de proteínas.

Papel fundamental

Nossos músculos, cartilagens, ligamentos, pele, cabelo e unhas são compostos basicamente de proteína, que, por sua vez, é constituída a partir de cadeias de aminoácidos. Entre as proteínas mais famosas do nosso corpo estão, por exemplo, a hemoglobina, os anticorpos, certos hormônios (como a insulina) e as enzimas. Tudo isso faz com que essas cadeias de aminoácidos (blocos que formam as proteínas) sejam vitais não apenas para o aporte de energia, mas também para a reparação de tecidos, a oxigenação do corpo e o sistema imunológico.

Leia também:
Proteínas: alimentos de origem animal são mais saudáveis
Veganos vivem mais que carnívoros

Cada fonte de proteína – do peixe ao amendoim – contém “tipos diferentes” de aminoácidos. Dos 20 diferentes aminoácidos existentes, nove são essenciais para nosso organismo e só podem ser obtidos por meio de alimentos. No que diz respeito às proteínas de origem animal (carnes, ovos, laticínios), quase todas podem ser consideradas boas, pois são constituídas por todos ou a maioria destes aminoácidos.

Para vegetarianos ou veganos, boas opções de proteínas de origem vegetal com aminoácidos essenciais são leguminosas (feijões, lentilha, ervilha), oleaginosas (amendoim, castanhas, amêndoas),  folhas verdes (couve e espinafre) e outros grãos como quinoa e soja.

Confira abaixo cinco sinais de alerta emitidos pelo corpo caso haja deficiência de proteína.