Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Pizzolato alugava casa com vista para o Mediterrâneo

Preso nesta quarta-feira, o ex-diretor de Marketing do Banco do Brasil Henrique Pizzolato, condenado a doze anos e sete meses de prisão no julgamento do mensalão, alugou um esconderijo na costa italiana. Pizzolato escondia-se em Porto Venere, cidade histórica de origem medieval no litoral da Ligúria, de acordo com a agência Ansa. Porto Venere fica próxima a destinos de turismo famosos como Cinco Terras, onde vilarejos se espalham em rochedos à beira-mar. O mensaleiro alugou uma pequena vila no balneário, com vista para o Mediterrâneo. Segundo a agência, ele dizia a todos que queria aproveitar sua aposentadoria ao lado da mulher após uma vida dedicada ao trabalho no Brasil. Pizzolato foi encontrado e detido nesta manhã na casa de um sobrinho em Maranello, cidade no norte da Itália.

Leia também:

Cardozo diz que Brasil pedirá extradição de Pizzolato

Pizzolato forjou documentos e fugiu do Brasil dois meses antes do mandado de prisão

Rota de fuga de Pizzolato

Rota de fuga de Pizzolato (VEJA)