PF prende assessor do Ministério do Trabalho em Brasília

Anderson Brito se entregou à Polícia Federal na noite desta segunda-feira e depôs nesta manhã; ele ficará detido na Papuda

Alvo da Operação Esopo, da Polícia Federal, o assessor do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) Anderson Brito se entregou na noite desta segunda-feira à PF em Brasília. Brito foi detido temporariamente e deve ser encaminhado ao Complexo Penitenciário da Papuda na tarde desta terça-feira.

O assessor do ministro Manoel Dias (PDT) passou a noite na Superintendência da PF na capital federal. Brito depôs nesta manhã, de acordo com a PF. Ele é o vigésimo terceiro detido na esteira da operação, que desarticulou um esquema de desvio de dinheiro público por meio de fraudes em licitações em onze estados e no Distrito Federal..

Brito havia sido readmitido pelo ministro Manoel Dias depois de ter sido dispensado, na gestão de Brizola Neto (PDT), por suspeita de beneficiar o Instituto Mundial de Desenvolvimento e da Cidadania (IMDC) em convênio com a pasta.

Leia também:

Leia também: Assessor foragido da Justiça atuava em esquema no Trabalho