Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Oposição vai pedir que Gurgel seja declarado suspeito

PSDB quer que Conselho Nacional do Ministério Público retire procurador-geral do caso, já que ele tem interesse em decisão da presidente Dilma Rousseff

O PSDB vai pedir que o Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP) declare a suspeição do procurador-geral Roberto Gurgel, que arquivou o pedido de investigação do ministro da Casa Civil, Antonio Palocci. O partido alega que, como Gurgel aguarda ser reconduzido ao cargo pela presidente Dilma Rousseff para um novo período de dois anos no cargo, há um interesse direto do procurador em poupar o principal ministro do governo, cujo patrimônio cresceu de forma suspeita nos últimos cinco anos. O mandato atual de Gurgel se encerra em 22 de julho.

Os tucanos também enviarão à Procuradoria Geral da República um pedido para que sejam encaminhados à Procuradoria da República no Distrito Federal as informações repassadas por Palocci. A Procuradoria local também investiga se o ministro cometeu ato de improbidade administrativa.

Parlamentares da oposição se reúnem nesta terça-feira para decidir que postura adotar depois do arquivamento da representação contra o ministro da Casa Civil. O discurso das lideranças de PSDB, DEM e PPS é o de que a decisão reforça a necessidade de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para esclarecer o caso.