Imagens do Google registram evolução da reforma no sítio de Lula

Entre 2010 e 2015 é possível visualizar a ampliação da sede do sítio e as obras de alargamento do tanque de peixes, que chegou a ser esvaziado. Antigos proprietários tentaram reformar a propriedade, mas não conseguiram autorização ambiental. Depois de virar refúgio de Lula, obras foram realizadas sem interferência dos órgãos ambientais

A evolução da reforma no sítio do ex-presidente Lula, em Atibaia, pode ser acompanhada numa série de imagens de satélite registradas a partir do programa Google Earth. Em 2010, o Sítio Santa Barbara era uma propriedade corroída pelo tempo, com uma sede carente de reformas, uma piscina com infiltrações que não segurava a água por muito tempo e dois lagos assoreados em que era impossível navegar com barco ou pedalinhos. Depois de ser vendida e repassada para o nome de sócios de um dos filhos do ex-presidente Lula, a propriedade, não é segredo, foi amplamente reformada por empreiteiras envolvidas no petrolão e mudou completamente de figura, como mostram as imagens já a partir de fevereiro de 2011. Os antigos donos do sítio tentaram reformar a propriedade antes da venda, mas desistiram porque não conseguiram autorização ambiental para a obra. Depois de repassar o imóvel aos “amigos” do ex-presidente Lula no cartório, porém, o sítio foi amplamente reformado, árvores foram derrubadas para abrigar o campo de futebol e todas as obras possíveis foram realizadas sem qualquer ação dos órgãos ambientais. O lugar ganhou uma nova casa só para abrigar quatro suítes, uma nova área de churrasqueira e piscina, pátios de pedras retiradas dos rios da região foram construídos, trilhas na mata foram abertas até o campo de futebol e um amplo espaço gourmet decorado com móveis rústicos surgiu. No lugar do antigo lago, um tanque navegável de peixes foi construído com píer e um rancho de apoio para a pescaria. Pedalinhos em forma de cisnes foram colocados. Da antiga sede, só a imagem de acrílico do Cristo Redentor foi mantida no jardim.

LEIA TAMBÉM:

MP apura se mudança de ex-presidente Lula foi para sítio de Atibaia

OAS pagou cozinhas planejadas do tríplex e do sítio de Lula, diz jornal

Série de imagens do Google Earth registra a ampliação das construções no sítio, o surgimento do campo de futebol, o esvaziamento e ampliação do lago, que vira um tanque de peixes navegável para pescaria, esporte preferido do ex-presidente Lula

Série de imagens do Google Earth registra a ampliação das construções no sítio, o surgimento do campo de futebol, o esvaziamento e ampliação do lago, que vira um tanque de peixes navegável para pescaria, esporte preferido do ex-presidente Lula (VEJA)