Eike Batista tem prisão decretada na Operação Lava Jato

A Operação Eficiência é um desdobramento da Operação Calicute que prendeu o ex-governador Sergio Cabral; Eike não foi encontrado em casa pelos agentes da PF

A Polícia Federal deflagrou nesta quinta-feira a Operação Eficiência, segunda fase da Operação Lava Jato no Rio de Janeiro. Entre os alvos de mandado de prisão preventiva está o empresário Eike Batista, dono do grupo EBX, que não foi encontrado em sua casa na Zona Sul do Rio de Janeiro. As investigações miram pagamentos de propina durante o governo do peemedebista Sergio Cabral (2007 a 2014), que também é alvo de um mandado de prisão preventiva e está detido em presídio do complexo de Bangu.

A PF também investiga crime de lavagem de dinheiro, que envolve cerca de 100 milhões de dólares no exterior. Parte desse valor já foi repatriado. Nesta fase da operação, também são investigados crimes de corrupção ativa e passiva, além de formação de organização criminosa.

Segundo o advogado que representa o empresário, Eike está viajando e vai se entregar às autoridades. A operação desta quinta é um desdobramento da Operação Calicute, que prendeu o governador Sérgio Cabral em novembro do ano passado. O vice-presidente de futebol do Flamengo Flávio Godinho, ex-braço direito de Eike, também é alvo de prisão preventiva.

Cerca de oitenta policiais federais cumprem nove mandados de prisão preventiva, quatro de condução coercitiva (quando o suspeito é levado pela polícia a depor) e 22 de busca e apreensão.

Segundo as investigações, Eike e Godinho, do grupo EBX, realizaram pagamento de propina no valor de 16,5 milhões de dólares ao ex-governador usando a conta Golden Rock no TAG Bank, no Panamá. O valor foi solicitado por Cabral a Eike em 2010 e, para dar aparência de legalidade à operação, foi realizado em 2011 um contrato de fachada entre a empresa Centennial Asset Mining Fuind Llc, holding de Eike, e a empresa Arcadia Associados, por uma falsa intermediação na compra e venda de uma mina de ouro. A Arcadia recebeu os valores ilícitos numa conta no Uruguai, em nome de terceiros, mas os valores eram direcionados à Cabral.

Eike Batista, Godinho e Cabral também são suspeitos de terem cometido atos de obstrução da investigação. Segundo as investigações, após uma busca e apreensão realizada em 2015 em um dos endereços de Eike, foram apreendidos extratos que comprovavam a transferência dos valores ilícitos da conta Golden Rock para a empresa Arcadia. Na ocasião, os três investigados orientaram os donos da Arcadia a manterem a versão de que o contrato de intermediação seria verdadeiro diante das autoridades.

“De maneira sofisticada e reiterada, Eike Batista utiliza a simulação de negócios jurídicos para o pagamento e posterior ocultação de valores ilícitos, o que comprova a necessidade da sua prisão para a garantia da ordem pública”, afirmam os procuradores do MPF.

Os outros alvos da operação são Sergio Castro, apontado como operador do esquema, Francisco Assis, o doleiro Álvaro Galliez, Thiago Aragão, ex-sócio da esposa de Cabral, Adriana Ancelmo, e três pessoas ligadas ao ex-governador que também já estão presas – Wilson Carlos, Carlos Emanuel Miranda e Luiz Carlos Bezerra. Além deles, o irmão de Cabral, Maurício de Oliveira Cabral Santos e Suzana Neves Cabral, ex-mulher do ex-governador, são alvos de condução coercitiva.

Para o MPF, há elementos suficientes para pedir as prisões temporárias de Susana e Maurício Cabral, mas foi solicitada uma medida menos grave – que são as conduções coercitivas – para que deponham conforme for ordenado pela Justiça.

Todas as diligências tiveram origem nos desdobramentos da Operação Calicute e estão sob tutela do juiz Marcelo Bretas, da 7ª Vara Federal do Rio. Na fase desta quinta, as informações foram coletadas em dois acordos de colaboração que abordaram os detalhes do esquema de lavagem de dinheiro por trás dos desvios praticados pelo grupo de Cabral.

Operação Arquivo X

Em 2016, Eike Batista já havia prestado depoimento voluntário à força-tarefa da Operação Lava Jato, em Curitiba. Na ocasião, o empresário declarou que em novembro de 2012 recebeu um pedido do então ministro da Fazenda e presidente do Conselho de Administração da Petrobrás, Guido Mantega, para que fizesse um pagamento de 5 milhões de reais, de interesse do PT, com o intuito de pagar dívidas de campanha.

Mantega teve a prisão decretada devido às declarações de Eike na fase da operação chamada Arquivo X, deflagrada em 22 de setembro de 2016, mas foi revogada pelo juiz Sergio Moro horas depois, após polêmica em torno das circunstâncias da ação – o ministro acompanhava a mulher numa cirurgia no Hospital Albert Einstein, em São Paulo, quando foi detido pela PF.

O nome da operação era uma referência à empresa OSX, de Eike, que costumava batizar as suas companhias sempre com a letra “X”, um sinal de multiplicação de riquezas, segundo ele.

(Com Reuters e Estadão Conteúdo)

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Gustavo Woltmann

    Muita gente poderosa envolvida no lavajato, quanto mais se mexe no assunto mais cheira mal

    Curtir

  2. Moises Barreto

    Prisão e humilhação para todos os envolvidos.

    Curtir

  3. Adilson Nagamine

    Até o aique? Tá faltando ele.

    Curtir

  4. Gustavo Veras

    Eu só queria dizer:
    #HOMOLOGACARMEN

    Curtir

  5. Anjo Conservador

    Opa, vai cair o preço da gasolina!

    Curtir

  6. João Roberto Pazini

    Mais um capanga da organização PTista criminosa preso!!
    Falta o CAPO – apedêuta – o maior canalha embusteiro de este país.

    Curtir

  7. Olmar Humberto Menta

    Posso estar enganado. Mas sempre achei que essa cara é o verdadeiro testa de ferro do Lula. É só apertar ele que entrega onde está a fortuna roubada do Brasil pelo sapo barbudo.

    Curtir

  8. Marcelo Barroso

    Cadeia nesse vagabundo e em todos que roubaram o dinheiro dos pagadores de impostos.

    Curtir

  9. No ranking da corrupção ficamos na 79ª posição, realmente ao contrário do que profetizamos, as pessoas ruins são a grande maioria!

    Curtir

  10. Por isso precisamos de imediato dissolver as “facções” pois muito dinheiro submete o pais a mais corrupção, esses todos ai compraram e se refastelaram na justiça com suas fortunas roubadas até a casa cair demorou muito, o resultado são imensos processos imperfeitos pois não conseguem ressarcir o pais do que foi saqueado……..

    Curtir

  11. Estou começando perceber que a maioria dos empresários brasileiros é de mentirinha ou vive mamando nas tetas do governo.

    Curtir

  12. Julio Rodrigues Neto

    Ninguém escapa da Lava Jato. Esta Operação, é como um pequeno vazamento de água, que vai se espalhando e aprofundando, até deixar o local todo úmido.

    Curtir

  13. hildo molina

    mais um campeão do PT (lula/dilma) prestando contas do nosso dinheiro.

    Curtir

  14. Wilson A. Zamignani

    EIKE BATISTA AMIGÃO DO PEITO DO LULA

    Curtir

  15. Nova república.Precisamos proclamá-la, pois esta que temos, é de fachada, criminosa e que só serve aos interesses do poder, das indústrias do crime e da impunidade e do enriquecimento ilícito. Seja bem vinda justiça de olhos vendados, pois a que temos até agora, é somente uma estátua na praça do dito Três Poderes. Vc é a única esperança de salvação do Brasil.

    Curtir

  16. Ricardo Andreucci

    E dilma dizia que Eike era um modelo de empreendedor. Essa é a cara do PT, dilma e lula, os enganadores do povo brasileiro, vendedores de ilusões , que levaram muitos à falência, ao desemprego. Esquerdalha nunca mais!!!

    Curtir

  17. Gilberto Goncalves

    O país está podre. Num momento súbito senti temor pela vida de Sergio Moro. Este país tem ladrao demais pra pouco juiz sério e as FFAA só querem saber do soldo e da aposentadoria.

    Curtir

  18. Democrata Cristão

    Ei, quando o Mantega será preso? Tá na internet:
    “Quem quer dinheiro? Mantega negociou 100 milhões em propinas para candidatos petistas em 2014″(jornallivre)

    Curtir

  19. Democrata Cristão

    E o Aloizio Mercadante, quando será preso? E as gravações?
    “Mercadante tentou barrar delação e prometeu ajuda, diz Delcídio” (oglobo)

    Curtir

  20. Vou abrir uma pizzaria e ficar RICO, pois tudo isso vai acabar em pizza patrocinada pelo Judiciário mais caro e incompetente do UNIVERSO. E é lógico, a conta paga pelo povo.

    Curtir

  21. Ricardo Leal

    Quando elle vai devolver os nossos R$ 10.000.000.000,00 (dez bilhões de reais) que recebeu de presente de Lulla, e que desapareceram no ar???

    Curtir

  22. Antonio Renovável

    Mais esse cara já não era para estar preso desde 2005? Tem um ditado popular aqui pelas bandas do norte que diz: “QUANDO SE QUER PEGAR UMA GALINHA, NÃO SE DIZ XÔ”.

    Curtir

  23. Ezequiel lima feitosa

    Tem muitos ratos de esgotos envolvidos.Uma verdadeira ratazana.

    Curtir

  24. laércio pereira saretta

    Eike Batista realmente tinha uma mina de ouro nas mãos:chamava-se lula.

    Curtir

  25. Carlos Macieira

    Demorou!!!!!!

    Curtir

  26. Democrata Cristão

    “Mantega pediu R$ 50 mi para campanha de Dilma por benefício à Braskem” (Estado). E aí? Hein?!

    Curtir

  27. Antonio Renovável

    Assim é fácil multiplicar riquezas, com o dinheiro público é bem melhor….não me admira do Brasil está quebrado e esses facínoras ricos. Essa corrupção é um poço sem fundo.

    Curtir

  28. Esta organização criminosa com agentes políticos, parentes e empresários de vários segmentos só tem um lugar para todos eles a CADEIA e que lá fiquem mofando por anos e anos…..

    Curtir

  29. E o ¨Margarina¨ não vai ser preso?????????. …………

    Curtir

  30. Antonio Renovável

    Cara de sorte esse Cabral, era propina de todo lado. E o estado do Rio, em estado de calamidade em todos os sentidos.

    Curtir

  31. Julio Rodrigues Neto

    Quanto Companheiros ainda serão chamados ?

    Curtir

  32. Mauro J. Santos

    Quando vão o prender o chefe de toda essa corrupção, de todos esses roubos, o bandido maior luladrao

    Curtir

  33. Dimitri Molotov

    Mente criminosa. Bandido é bandido e só causa danos e prejuízos. Tem que fazer devolver tudo e por na cadeia.

    Curtir