Doria pedirá verba a Temer para congelar tarifa de ônibus

Prefeito eleito quer 500 milhões de reais do governo federal. 'Tenho certeza de que ele será sensível para ajudar São Paulo', diz

O prefeito eleito de São Paulo, João Doria (PSDB), afirmou nesta terça-feira que se encontrará com o presidente Michel Temer no próximo dia 25 para pedir um socorro do governo federal e permitir que a prefeitura congele a tarifa de ônibus em São Paulo no ano que vem. O tucano esteve no bairro Parelheiros para cumprimentar moradores e agradecer os votos recebidos.

O pedido será de 500 milhões de reais, afirmou Doria. No orçamento encaminhado pela Prefeitura à Câmara de Vereadores, já estão previstos 1,8 bilhão de reais para subsídios ao transporte público, conforme informou nesta manhã o secretário de Governo da prefeitura, Chico Macena.

“Tenho certeza que ele (Temer) será sensível para ajudar São Paulo, assim como São Paulo está ajudando ao não atualizar a tarifa contribuindo para a estabilidade inflacionária do país”, disse Doria.

Ele deverá viajar a Brasília para a audiência com Temer. Na ocasião, o tucano também irá participar de um encontro entre prefeitos do PSDB eleitos no primeiro turno no país.

Doria garantiu que a tarifa não sofrerá ajuste em 2017, buscando não aumentar o preço diante do quadro de desemprego na cidade. “2018 é outra história”, falou, emendando que com a recuperação econômica brasileira será possível avaliar uma revisão tarifária.

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Rafael Lucena

    Por que os demais brasileiros têm que pagar a passagem dos paulistanos na capital mais rica do País?

    Curtir

  2. Elias Estevam

    Temer já tem a solução: vai mandar cortar a verba para merenda dos estudantes. Assim bancará com as falácias do almofadinha. Grande gestor.

    Curtir

  3. Pede a grana do aviões do forró, é o mesmo valor, eta paisinho de shit

    Curtir

  4. Roberto Flores Martins

    Este Dória está me parecendo um grande babaca.

    Curtir