- Atualizado em

CC/Flickr Eric Hay
Em acordo judicial, Yahoo já recebeu 2,7 milhões de ações do Google(CC/Flickr Eric Hay/VEJA)

Funcionários do Yahoo e do Facebook se reuniram nesta segunda-feira para discutir o licenciamento de algo entre dez e vinte patentes que pertencem ao Yahoo. A companhia afirma que tecnologias utilizadas pela rede social - relacionadas a publicidade, personalização de sites e troca de mensagens - desrespeitam direitos exclusivos.

O Facebook deve pagar taxas de licenciamento ou arriscar-se a sofrer um processo, de acordo com uma matéria publicada na noite desta segunda-feira pelo jornal americano The New York Times. "O Yahoo tem a responsabilidade, perante seus acionistas e funcionários, de proteger sua propriedade intelectual", escreveu um porta-voz da empresa ao jornal. "Ainda não tivemos a oportunidade de avaliar as reivindicações adequadamente", respondeu um representante do Facebook.

Não se sabe quanto dinheiro está em jogo. Em 2003, o Yahoo adquiriu a empresa Overture Services, que processava o Google em função de patentes relacionadas a publicidade em ferramentas de busca. Depois da compra, o Yahoo fechou um acordo com o gigante de buscas. Na ocasião, recebeu 2,7 milhões de ações, antes da abertura de capital.

Batalhas envolvendo patentes já são lugar-comum entre fabricantes de celulares como Apple, Samsung, Microsoft e Google.

Leia também:

Guerra de patentes, motor da compra da Motorola pelo Google

Justiça obriga Apple a remover iPhone de loja virtual da Alemanha

Microsoft quer cobrar taxa da Samsung pelo uso do Android

Google acusa Microsoft, Apple e Oracle de complô

Apple processa Samsung por quebra de patente no Japão

Cofundador da Microsoft reabre processo por patentes contra Facebook, Apple, Google e mais oito empresas

Apple vai indenizar Nokia por patente do iPhone

TAGs:
Redes Sociais
Facebook
Publicidade
Yahoo!