Mais Lidas

  1. Lula sempre ganhou mensalinho da OAS, diz empreiteiro

    Brasil

    Lula sempre ganhou mensalinho da OAS, diz empreiteiro

  2. Temer monta seu governo: “Quero entrar para a história”

    Brasil

    Temer monta seu governo: “Quero entrar para a história”

  3. A miss-bumbum e o clima de fim da festa no Planalto

    Brasil

    A miss-bumbum e o clima de fim da festa no Planalto

  4. PMDB lança programa de governo

    Brasil

    PMDB lança programa de governo

  5. Felipe Melo entra de sola e detona comentarista Neto

    Esporte

    Felipe Melo entra de sola e detona comentarista Neto

  6. Irmãs tramam pelo WhatsApp assalto ao próprio pai no interior de São Paulo

    Brasil

    Irmãs tramam pelo WhatsApp assalto ao próprio pai no interior de...

  7. Janot pede ao STF que proíba PF de negociar delações

    Brasil

    Janot pede ao STF que proíba PF de negociar delações

  8. Mulher que arrancou bebê do ventre da mãe é condenada a 100 anos nos Estados Unidos

    Mundo

    Mulher que arrancou bebê do ventre da mãe é condenada a 100 anos...

Anonymous reivindica ataque a site do Bradesco

Página está instável nesta terça-feira, mas instituição não confirma ataque

- Atualizado em

Grupos crackers afirmam que suas investidas derrubaram o site do Banco Bradesco
Grupos crackers afirmam que suas investidas derrubaram o site do Banco Bradesco(Reprodução/VEJA)

O site Bradesco pode ter sido alvo de ataques crackers nesta terça-feira. A página do banco ficou fora do ar durante parte da manhã. Por volta do meio-dia, a instituição publicou a seguinte nota a respeito: "O site do Bradesco apresentou momentos de intermitência, com volume de acessos acima da média, mas não chegou a ficar fora do ar."

O grupo Anonymous reivindica a autoria do ataque. Em seu twitter, há mensagens afirmando que o "alvo foi atingido" e que a página do banco "está à deriva".

A tática utilizada pelo Anonymous pode ter sido a chamada de ataque distribuído de negação de serviço (Distributed Denial of Service, em inglês) e consiste em sobrecarregar o site. A página recebe um grande número de acessos ao mesmo tempo e fica indisponível (confira o infográfico abaixo).

Os crackers afirmam que suas investidas derrubaram o site do Banco Itaú nesta segunda-feira. Pessoas envolvidas no ataque anunciam a ação - batizada de #OpWeeksPayment - no Twitter. Os grupos envolvidos afirmam que o objetivo é alertar a população sobre a injustiça e a corrupção que predominam no Brasil. Esta semana foi escolhida para fazer ataques contra as instituições bancárias.

Entenda como crackers derrubam sites - clique sobre a sequência numérica

TAGs:
Ciberataque
Crackers
Banco
Bradesco