Diplomacia

Ditadores felicitam Putin por vitória na eleição presidencial

Ahmadinejad, Assad e Chávez enviaram mensagens de apoio a premiê russo

O primeiro-ministro russo e candidato presidencial Vladimir Putin na sede de sua campanha em Moscou

O primeiro-ministro russo e candidato presidencial Vladimir Putin na sede de sua campanha em Moscou (Alexey Druginyn/RIA Novosti/EFE/VEJA)

Os ditadores do Irã, Mahmoud Ahmadinejad, da Síria, Bashar Assad, e da Venezuela, Hugo Chávez, felicitaram nesta segunda-feira Vladimir Putin por sua vitória na eleição presidencial russa. Putin venceu as eleições com quase 64% dos votos, segundo os resultados quase definitivos divulgados pela comissão central eleitoral, ao fim de um processo marcado por inúmeras fraudes, segundo a oposição e os observadores russos.

Em mensagem enviada ao gabinete de Putin, Ahmadinejad ressaltou que Teerã deseja a manutenção das boas relações entre os dois países. "Eu o felicito, da mesma forma que o governo e a nação amiga, por ter sido eleito presidente da Federação da Rússia", declarou Ahmadinejad, segundo nota publicada no site do governo.

Bashar Assad também enviou a Putin uma mensagem na qual deu seus parabéns a sua expressiva vitória. A Rússia mostrou seu apoio ao regime de Damasco no mês passado, quando vetou uma resolução no Conselho de Segurança da ONU que condenava a Síria pela repressão aos protestos que pedem à saída de Assad do poder. No entanto, na sexta-feira, Putin assegurou que Moscou não tem qualquer relação especial com a Síria.

Venezuela - Já o Ministério de Relações Exteriores do governo de Hugo Chávez destacou a "importante jornada democrática protagonizada pelo povo russo ao voltar-se de maneira entusiasta às urnas para escolher no primeiro turno seu novo presidente". "O governo venezuelano cumprimenta a maturidade do povo russo, o qual expressou de maneira soberana e contundente sua vontade de fortalecer a grande pátria russa e levá-la pelos caminhos da paz, o bem-estar, a justiça e o desenvolvimento", assinala o texto oficial.

O comunicado diz que Chávez tem um "forte vínculo de amizade e uma visão comum para a construção de um mundo pacífico, solidário e democrático no século XXI com Putin". "A Venezuela deseja o maior dos sucessos a Putin e a sua nova equipe de governo e lhe reitera o mais firme compromisso de aprofundar as relações estratégicas entre ambos os países", continua o comunicado.

Em um programa de televisão gravado no sábado e divulgado em Caracas, Chávez já tinha antecipado que tinha certeza da vitória de Putin. Venezuela e Rússia têm um amplo programa de cooperação em setores que vão desde o tecnológico ao energético, passando pelo dos bens de capital, o comercial agrícola e o militar, com um amplo programa de compras de Caracas para equipar sua Força Armada. 

(Com agência France-Presse)

Assinaturas



Editora Abril Copyright © Editora Abril S.A. - Todos os direitos reservados