Mais Lidas

  1. Pimentel garante foro privilegiado à mulher, alvo da Acrônimo

    Brasil

    Pimentel garante foro privilegiado à mulher, alvo da Acrônimo

  2. Lava Jato: defesa de Lula pede afastamento de procurador

    Brasil

    Lava Jato: defesa de Lula pede afastamento de procurador

  3. MP faz nova denúncia contra João Santana, Odebrecht e mais 15 na Lava Jato

    Brasil

    MP faz nova denúncia contra João Santana, Odebrecht e mais 15 na...

  4. Atriz de ‘50 Tons’ se diz ‘entediada’ após gravar cenas de sexo por sete horas

    Entretenimento

    Atriz de ‘50 Tons’ se diz ‘entediada’ após gravar cenas de sexo por...

  5. MG: oposição entra com recursos contra nomeação da mulher de Pimentel

    Brasil

    MG: oposição entra com recursos contra nomeação da mulher de Pimentel

  6. Contra impeachment, MTST bloqueia rodovias e avenidas de São Paulo

    Brasil

    Contra impeachment, MTST bloqueia rodovias e avenidas de São Paulo

  7. Câmara aprova regime de urgência para projeto de reajuste do Judiciário

    Brasil

    Câmara aprova regime de urgência para projeto de reajuste do...

  8. 'Arrimo de família', operador de propina pede desbloqueio de R$ 405 mil

    Brasil

    'Arrimo de família', operador de propina pede desbloqueio de R$ 405...

UFC lança parceria com projeto social na Rocinha

Apoio prevê investimentos em programa educacional e artístico, reforma do tatame e renovação total da academia com equipamentos de última geração

- Atualizado em

O campeão dos pesos pena José Aldo participou da cerimônia ao lado do ex-judoca Flávio Canto, idealizador do projeto
O campeão dos pesos pena José Aldo participou da cerimônia ao lado do ex-judoca Flávio Canto, idealizador do projeto(Ismar Ingber / Divulgação/VEJA)

Depois do estrondoso sucesso em duas edições no Brasil, o UFC (Ultimate Fighting Championship) tenta estreitar os laços da marca com o país. A empresa firmou uma parceria com o Instituto Reação, nesta terça-feira, no Complexo Esportivo da Rocinha, no Rio de Janeiro. O projeto social, idealizado pelo ex-judoca medalhista olímpico Flávio Canto para ensinar judô a crianças de comunidades de baixa renda, é o primeiro do país a receber apoio do UFC.

"Se existe uma coisa que é unânime e universal é garantir um bom futuro para as nossas crianças. E os valores que o Flávio Canto traz para as comunidades com que trabalha são muito semelhantes aos valores trabalhados pelo UFC em todo o mundo. Essa é a parceria perfeita", disse Marshall Zelaznik, diretor de Desenvolvimento Internacional do UFC.

Através da parceria, o UFC dará suporte para melhorias e a criação de novas instalações. O incentivo da organização se estende tanto às atividades esportivas - por meio da total renovação do dojô e da academia - quanto educacionais e artísticas - com apoio às salas de aula e oficinas de vídeo, fotografia e grafite.

A cerimônia de lançamento contou com a presença dos lutadores do UFC José Aldo, campeão dos pesos pena; Rousimar Toquinho, representante da categoria médio, e Renan Barão, um dos brasileiros entre os galos.

"Muitos atletas como eu, Barão, Toco (Toquinho), não tiveram a oportunidade de fazer parte de projetos como esse. Eu só tenho que agradecer ao Ultimate, Lorenzo, Dana e ao Marshall", disse Aldo.

O apoio do UFC abrange duas frentes de atuação do Instituto: uma focada no desenvolvimento educacional e outra direcionada ao preparo físico dos atletas. O programa educacional, para alunos entre 4 e 15 anos, visa ao desenvolvimento de competências básicas para a vida em sociedade, abrangendo temáticas como meio-ambiente, tecnologia e comunicação. A parceria auxiliará as atividades disciplinares regulares e artísticas, com investimentos nas oficinas de fotografia, vídeo e grafite.

No Instituto Reação, o judô também é trabalhado como uma ferramenta educacional, desenvolvendo não só as técnicas da modalidade, mas também os valores do esporte e as capacidades sociais, cognitivas e pessoais dos pequenos atletas. Com isto em mente, o Ultimate Fighting Championship ® investiu também na reforma total do dojô, área destinada à prática de artes marciais, frequentado pelos alunos do projeto ao longo da semana. Com todas as ações, a parceria irá atingir diretamente 400 crianças e 50 atletas das comunidades do entorno do Polo Rocinha.

Além do dojô, os atletas do Reação, que atende 1.200 crianças nas comunidades da Rocinha, Tubiacanga, Cidade de Deus e Pequena Cruzada, foram beneficiados com uma sala de musculação totalmente renovada. A academia, utilizada diariamente, recebeu aparelhos de última geração, visando a melhor preparação dos atletas para as competições. Entre os frequentadores da academia estão esperanças olímpicas para os Jogos Olímpicos Rio 2016.

TAGs:
UFC
Rocinha
Rio de Janeiro