Mais Lidas

  1. Morte no Everest: 'Você se importa se eu continuar?'

    Mundo

    Morte no Everest: 'Você se importa se eu continuar?'

  2. Janaina Paschoal: rotina de isolamento pós-impeachment

    Brasil

    Janaina Paschoal: rotina de isolamento pós-impeachment

  3. Bumlai diz que fez empréstimo fraudulento para PT por medo de invasão de terras

    Brasil

    Bumlai diz que fez empréstimo fraudulento para PT por medo de...

  4. Lula pede ao STF acesso à delação de Pedro Corrêa

    Brasil

    Lula pede ao STF acesso à delação de Pedro Corrêa

  5. Ministério Público aponta R$ 2,5 bilhões em fraudes no Bolsa Família

    Economia

    Ministério Público aponta R$ 2,5 bilhões em fraudes no Bolsa Família

  6. Sônia Abrão pede desculpas por sair correndo do programa

    Entretenimento

    Sônia Abrão pede desculpas por sair correndo do programa

  7. Lewandowski interferiu em processo para ajudar o PT e a presidente Dilma

    Brasil

    Lewandowski interferiu em processo para ajudar o PT e a presidente...

  8. Brasil tem 'pior governo do mundo', segundo relatório de competitividade

    Economia

    Brasil tem 'pior governo do mundo', segundo relatório de...

Pop sul-coreano bizarro é novo fenômeno do YouTube

Ninguém entende o que Psy canta, mas todo mundo quer imitar sua dancinha ridícula, que já foi vista mais de 214 milhões de vezes no site de vídeos

- Atualizado em

O sul-coreano Psy
O sul-coreano Psy(Reprodução/VEJA)

O som tem ecos de anos 1980. A letra, bom, a letra quase ninguém entende. Mas a coreografia é algo que fala por si, uma mistura suis generis de dança do siri, do Pânico na TV!, com lutas do herói nipônico Jaspion. Há quem diga que se trata de uma crítica ao vazio da música pop ou aos - igualmente vazios -- novos ricos da Coreia. Seja como for, seu cantor, o sul-coerano Psy, já é um fenômeno e uma celebridade. E certamente está rico.

Com mais de 214 milhões de visualizações no clipe Gangnam Style (강남스타일) M/V em dois meses, ele já foi convidado para para o talk-show de Ellen DeGeneres, onde ensinou a apresentadora e a cantora Britney Spears, também convidada, a bailar.

Boa parte do sucesso do vídeo se deve, é claro, ao ridículo da coisa. Foi graças a isso que o clipe se tornou um meme, com direito a releitura em homenagem à Velhinha de Borja. Confira abaixo o vídeo original e as variantes que ele já ganhou, incluindo a de Ellen e Britney:

Psy: a bomba sul-coreana e seus derivados

TAGs:
Música Pop
Coreia do Sul
Cultura Pop