Mais Lidas

  1. Na casa de Cunha, clima de velório após afastamento

    Brasil

    Na casa de Cunha, clima de velório após afastamento

  2. Câmara questiona Lula e Dilma por discursos sobre 'golpe'

    Brasil

    Câmara questiona Lula e Dilma por discursos sobre 'golpe'

  3. Delcídio deve comparecer à CCJ e comprometer Lula e Renan na Lava Jato

    Brasil

    Delcídio deve comparecer à CCJ e comprometer Lula e Renan na Lava Jato

  4. Bateria que dura 'a vida toda' pode estar a caminho, afirmam cientistas

    Ciência

    Bateria que dura 'a vida toda' pode estar a caminho, afirmam...

  5. Marinheiro é resgatado após dois meses à deriva no Oceano Pacífico

    Mundo

    Marinheiro é resgatado após dois meses à deriva no Oceano Pacífico

  6. PM faz reintegração de posse no Centro Paula Souza

    Brasil

    PM faz reintegração de posse no Centro Paula Souza

  7. Maranhão herda até os seguranças de Eduardo Cunha

    Brasil

    Maranhão herda até os seguranças de Eduardo Cunha

  8. Ex de Susana Vieira vira garçom e vende artesanato na web

    Entretenimento

    Ex de Susana Vieira vira garçom e vende artesanato na web

Naomi Watts vai viver Lady Di em cinebiografia

Dirigido por Oliver Hirschbiegel, longa deve ser rodado em 2013

- Atualizado em

Naomi Watts e Lady Di
Naomi Watts e Lady Di(Getty Images/VEJA)

A atriz britânica Naomi Watts (King Kong e A Cidade dos Sonhos) já está escalada para viver Lady Di em Caught in Flight (algo como Apanhada no Voo), a cinebiografia que Oliver Hirschbiegel rodará no ano que vem. O filme está sendo anunciado pela produtora Ecosse Films durante o Festival de Berlim, que começou nesta quinta-feira, na capital alemã.

O foco do longa serão os dois últimos anos de vida da princesa de Gales -- a sua busca por felicidade após o rumoroso divórcio de Charles e a sua atuação como ativista internacional e humanitária. O filme pode incomodar a família real britânica, se for confirmada a abordagem, no roteiro, do romance secreto entre princesa e o médico paquistanês Hasnat Khan. Segundo os relatos que teriam inspirarado a produção, Lady Di tinha planos de se casar com o médico, e seu caso com Dodi Al Fayed seria uma estratégia para provocar ciúmes no amado. Diana e Al-Fayed morreram num acidente de carro em Paris, em 1997.

De acordo com o site americano The Hollywood Reporter, Naomi Watts se disse "honrada" pela oportunidade de interpretar uma "personagem icônica". Antes de Naomi Watts, os nomes de Keira Knightley e Jessica Chastain foram cotados para o papel.