Gravidez

Carol Francischini:  "Eu usei camisinha. Não sei o que aconteceu"

Modelo esclarece que o pai de seu filho participa da gravidez, tem nome e sobrenome. "Estamos partilhando os momentos legais: mando foto da barriga, das roupinhas que compro. Ele está ajudando, dando palpites. E para nós desse jeito está ótimo"

Alessandra Medina
  • Carol Francischini

    Fotoarena

  • A modelo Carol Francischini durante desfile da grife Oh Boy no Jockey Clube do Rio de Janeiro

    Alexandre Schneider

  • Carol Francischini durante desfile de moda

    Thiago Bernardes

  • Carol Francischini nos bastidores da São Paulo Fashion Week

  • A modelo Carol Francischini e Cesar Cielo em 2009

    Fotoarena

  • Carol Francischini durante ensaio de moda

    Alexandre Schiliro

Foto 0 / 6

Ampliar Fotos

Grávida mais falada do momento, a modelo paulista Carol Francischini, 23 anos, esclarece que o pai de seu filho tem nome e sobrenome (que não revela de jeito nenhum), está ciente de tudo e inclusive conversam bastante sobre o assunto. Mesmo assim, diz que não quer casamento, que pode criar o filho sozinha e que ninguém tem nada com isso. De Miami, onde está em casa de amigos – e onde pretende fixar residência –, Carol conversou com VEJA:

Como você deu a notícia ao pai?
Esperei quase um mês para contar. Precisei de um tempo para me organizar. Queria ter contado pessoalmente, mas foi por telefone mesmo. Eu estava muito ansiosa. Liguei e falei: estou grávida. Pensa, analisa a situação, me procura e a gente conversa. Aí ele ligou, conversamos e concordamos em deixar a situação do jeito que está. Nos falamos até hoje, mas não fazemos planos. Estamos partilhando os momentos legais: mando foto da barriga, das roupinhas que compro. Ele está ajudando, dando palpites. E para nós desse jeito está ótimo.

Como ele reagiu?
Acho que todo homem fica meio bobo quando recebe essa notícia.

Você queria ter filho agora?
Para ser sincera, nunca me imaginei casando de véu e grinalda. Nunca quis ser dona de casa, não nasci para isso. Mas sempre quis ser mãe. Só que não era para agora. Planejava ter daqui uns cinco anos.

Você usava algum método contraceptivo?
Eu usava Nuvaring (um anel vaginal). Perguntei para o meu médico e ele disse que isso pode acontecer sim, mas é raro. Não sei o que aconteceu. Meu ciclo estava normal. Acho que o nuvaring parou de funcionar no meu organismo. Dizem que, quando a gente usa o mesmo anticoncepcional por muito tempo, o organismo se acostuma. Eu sempre usei esse. Acho que o meu corpo se acostumou com ele.

Você não usou camisinha?
Ótimo você me fazer essa pergunta. Tenho dois irmãos adolescentes e, no colégio dele, os amiguinhos pegaram no pé deles por isso. Eu usei camisinha sim. Não sei o que aconteceu. Aconteceu isso com algumas amigas minhas também. Não sou a primeira, nem a última. Não fiz nada ilegal.

Como descobriu a gravidez?
Eu estava me sentindo diferente. Não dormia direito à noite e acordava muito enjoada. Fiz vários testes de farmácia, mas todos deram negativo. Eu também menstruei normalmente. Então, pensei que poderia estar doente mesmo. Na véspera do meu aniversário, resolvi fazer outro teste de farmácia porque ia viajar a trabalho no dia seguinte. Desta vez, deu positivo. Fiquei chocada! Deu um branco, sabe? Estava no banheiro de casa e devo ter ficado uns cinco minutos olhando a minha cara no espelho. Depois, pensei na minha mãe. Achei que ia ficar muito zangada. Liguei para a minha melhor amiga, a Viviane Orth, e nós fomos ao hospital fazer o teste de sangue e confirmar o resultado.

E a sua mãe ficou zangada?
Liguei para ela aos prantos. Ela achou que eu tivesse alguma doença séria. Quando disse que estava grávida, disse que o bebê era a melhor coisa que poderia ter acontecido na nossa vida e que depois a gente se falava. E desligou o telefone.

Você está cuidando da forma?
Confesso que não estava dando muita bola para isso. Só agora, com a barriguinha aparecendo, passei a me cuidar mais. Estou com 17 semanas e já engordei 6 quilos. Estou tentando manter uma alimentação mais saudável, comendo mais legumes. E evitando acordar às 3 da manhã para atacar um brigadeiro.

Já pensou em nomes?
Estou em dúvida entre dois, mas vou esperar olhar o rostinho dele para decidir.

Falaram em cinco nomes de possíveis pais. O que tem de verdade nessa história?
Isso tudo é especulação. Querem saber quem é, mas eu já tinha decidido não revelar. Eu não li nome algum. Só vi o nome do Pedro Braun, que, aliás, falou absurdos. O que esse moleque tem a ver com isso? Quando o conheci, em uma loja de sucos do Rio, disse logo que eu estava grávida. Não ficamos juntos nem duas semanas porque eu tive que viajar a trabalho. Fiz cinco exames e a Vivi me acompanhou em quatro. Ele nunca fui a lugar algum comigo. Tudo bem ele falar que ficou comigo. Agora, dizer que fez parte deste momento que eu estou passando? Isso é mentira.

Falaram de um rapper...
O Gabriel, O Pensador é meu amigo. Gravei um clipe de uma música dele que diz que homem não presta. Já vi que vai ser o maior bafo quando estrear! Quando gravei o clipe, já sabia que estava grávida, mas não comentei nada com ele.

Falaram de um empresário...
Eu acho que era o Dinho Diniz, porque mora em Miami também.

Falam do Bruno (Gagliasso)...
A gente é amigo, mas nada além disso.

O pai é alguém que nunca foi citado?
Não sei, sabia? Como não citam nomes, não sei quem são as pessoas direito. Associam gente que está perto de mim. Mas eu conheço muita gente, saio para jantar com muitos amigos.

Você vai ter seu filho no Brasil?
Ainda não decidi. Estou procurando apartamento para morar em Miami. Mudei daqui para Nova York em fevereiro, mas vou voltar. Miami é uma cidade melhor para se criar uma criança. Como vai nascer em novembro, quase férias no Brasil, estamos vendo se minha mãe e meus irmãos podem vir para cá, me ajudar no começo.

Você é muito namoradeira?
Acho que sou normal. Na média. Tive namoros longos, mas quando estou solteira aproveito intensamente. E não me culpo por isso. Não estava namorando o pai da criança. Foi uma coisa que aconteceu. E olha que eu usava contraceptivo e ele usou camisinha. Mas o médico falou que pode acontecer mesmo. 

Não seria melhor você contar logo quem é o pai e acabar com o mistério?
Por mim, teria o meu filho como produção independente. Fui muito julgada por isso. Fiquei muito chateada com os comentários, com a comparação com a moça da novela que eu nem sabia quem era, porque não assisto. Não preciso de ninguém, ganho meu dinheiro. Não teria problema nenhum se o pai não quisesse assumir. Mas nunca disse que ele não vai assumir. Estamos indo com calma. 

LEIA TAMBÉM:

GPS: Gagliasso e Giovanna, Vanessa Giácomo e Daniel: separações da semana

Assinaturas



Editora Abril Copyright © Editora Abril S.A. - Todos os direitos reservados