Mais Lidas

  1. Em noite de juiz 'pavão' e pênalti de Messi a la Baggio, Chile é campeão da Copa América Centenário

    Esporte

    Em noite de juiz 'pavão' e pênalti de Messi a la Baggio, Chile é...

  2. Entenda a diferença entre Inglaterra, Grã-Bretanha e Reino Unido

    Mundo

    Entenda a diferença entre Inglaterra, Grã-Bretanha e Reino Unido

  3. Bom para ambas as partes?

    Brasil

    Bom para ambas as partes?

  4. Attuch, o porta-voz da quadrilha

    Brasil

    Attuch, o porta-voz da quadrilha

  5. Após foto em velório, Ana Paula Valadão diz que vai deixar redes sociais

    Entretenimento

    Após foto em velório, Ana Paula Valadão diz que vai deixar redes...

  6. 'Que país é esse?' Moro é aplaudido durante show em Curitiba

    Brasil

    'Que país é esse?' Moro é aplaudido durante show em Curitiba

  7. Messi desiste da seleção após novo fracasso da Argentina: 'Acabou para mim'

    Esporte

    Messi desiste da seleção após novo fracasso da Argentina: 'Acabou...

  8. É preciso cortar privilégios, defende Lisboa

    Economia

    É preciso cortar privilégios, defende Lisboa

TRT determina fim da greve de motoristas em Recife

- Atualizado em

Por Angela Lacerda

Recife - Iniciada há dois dias, a greve dos motoristas e cobradores de ônibus da região metropolitana do Recife foi considerada abusiva pelo Tribunal Regional do Trabalho (TRT), que determinou o retorno ao trabalho na sexta-feira. A decisão foi tomada em julgamento do dissídio coletivo na tarde desta quinta-feira, quando foi determinado aumento de 7%. A categoria queria 30% e a classe patronal ofereceu 7,5%, sem acordo. Os grevistas terão os dias parados descontados nos salários.

A decisão revoltou os grevistas que saíram pelas ruas em protesto, acompanhados de perto pela Polícia Militar para evitar que se repetisse a cena ocorrida na noite da terça-feira, quando manifestantes abandonaram os ônibus na parte central da cidade, provocando tumulto. Muitos dos veículos tiveram pneus furados.

O presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários no Estado, Patrício Magalhães, afirmou que o aumento não era o esperado, mas garantiu que a ordem judicial será cumprida. Grupo de grevistas questionou a liderança sindical e chegou a afirmar que a paralisação iria continuar. Durante a greve, 47% da frota foi mantida em circulação. Com o aumento, o salário dos motoristas passará de R$ 1.395,00 para R$ 1,5 mil e o dos cobradores de R$ 645 para R$ 690.