Mais Lidas

  1. Andréa de Nóbrega deixa Carlos Alberto e 'A Praça É Nossa'

    Entretenimento

    Andréa de Nóbrega deixa Carlos Alberto e 'A Praça É Nossa'

  2. Exclusivo: delator revela caminho das propinas para operador de Renan e do PMDB

    Brasil

    Exclusivo: delator revela caminho das propinas para operador de...

  3. Patricia Abravanel bate na África e apanha nas redes

    Entretenimento

    Patricia Abravanel bate na África e apanha nas redes

  4. Campanha de Dilma recebeu R$ 2 mi de investigada na Boca Livre

    Brasil

    Campanha de Dilma recebeu R$ 2 mi de investigada na Boca Livre

  5. Moro reabre ação que envolve executivos da Andrade Gutierrez

    Brasil

    Moro reabre ação que envolve executivos da Andrade Gutierrez

  6. Ciro defende 'sequestrar' Lula em caso de pedido de prisão

    Brasil

    Ciro defende 'sequestrar' Lula em caso de pedido de prisão

  7. EUA estão ficando sem espaço para estocar petróleo

    Economia

    EUA estão ficando sem espaço para estocar petróleo

  8. Impeachment pode marcar nova onda de valorização do real

    Economia

    Impeachment pode marcar nova onda de valorização do real

Thor Batista responde por homicídio culposo

Filho do empresário Eike Batista atropelou e matou ciclista na Rodovia Washington Luiz

- Atualizado em

Thor Batista, filho de Eika Batista e Luma de Oliveira, é acusado de atropelar e matar ciclista no Rio de Janeiro
Thor Batista, filho de Eika Batista e Luma de Oliveira, é acusado de atropelar e matar ciclista no Rio de Janeiro(Alex Palarea / Agnews/VEJA)

A Polícia Civil abriu investigação para apurar crime de homicídio culposo (sem intenção de matar) e as circunstâncias do acidente que resultou na morte de Wanderson Pereira dos Santos, de 30 anos. O acidente ocorreu por volta das 19h30min do último sábado, quando o jovem Thor Batista, filho mais velho do empresário Eike Batista com a ex-modelo Luma de Oliveira, atropelou Wanderson, que andava de bicicleta na pista sentido Rio de Janeiro da Rodovia Washington Luiz, na altura de Xerém, distrito de Duque Caxias.

De acordo com a diretora do Departamento Geral de Polícia da Baixada (DGPB), Tércia Amoedo, peritos do Instituto de Criminalística Carlos Éboli (ICCE) analisaram e fotografaram o local do acidente e o veículo de Thor. Em seguida, o automóvel foi liberado e removido para o pátio da Polícia Rodoviária Federal, onde foi retirado pela família. As investigações estão a cargo do delegado Hilton Pinho Alonso, da 61ª DP (Xerém).

Thor Batista deverá comparecer à delegacia nesta quarta-feira (21/03) para prestar depoimento. O delegado pretende ouvir também a companheira da vítima e uma testemunha que já foi identificada. Agentes da distrital estão nas ruas para tentar identificar outras testemunhas que possam ajudar nas investigações. Os resultados dos laudos devem sair em dez dias.

Nos últimos 18 meses, Thor colecionou 51 pontos em sua carteira. O Jornal Nacional, da Rede Globo, teve acesso às multas e pôde verificar que durante o período probatório, quando a pessoa acaba de retirar a carteira de habilitação, ele cometeu cinco infrações por excesso de velocidade. Como as multas não apareceram no sistema do DETRAN antes de ele tirar a carteira definitiva, Thor não perdeu o direito de dirigir. Segundo o telejornal, o órgão disse que não comenta casos específicos.

(Atualizada às 21h10m)

TAGs:
Estrada
Trânsito
Eike Batista