Mais Lidas

  1. Brasileiro que desenhava para a DC é demitido após comentário sobre caso de estupro

    Entretenimento

    Brasileiro que desenhava para a DC é demitido após comentário sobre...

  2. Lewandowski interferiu em processo para ajudar o PT e a presidente Dilma

    Brasil

    Lewandowski interferiu em processo para ajudar o PT e a presidente...

  3. Morte no Everest: 'Você se importa se eu continuar?'

    Mundo

    Morte no Everest: 'Você se importa se eu continuar?'

  4. Lula sabia que mensalão era propina, diz Corrêa em delação

    Brasil

    Lula sabia que mensalão era propina, diz Corrêa em delação

  5. Janaina Paschoal: rotina de isolamento pós-impeachment

    Brasil

    Janaina Paschoal: rotina de isolamento pós-impeachment

  6. Temer escolhe Aloysio Nunes para líder do governo no Senado

    Brasil

    Temer escolhe Aloysio Nunes para líder do governo no Senado

  7. Relator confirma pedido de cassação de Cunha, que age para afastar presidente do Conselho

    Brasil

    Relator confirma pedido de cassação de Cunha, que age para afastar...

  8. Operador do PMDB, filho de Sérgio Machado fecha acordo de delação

    Brasil

    Operador do PMDB, filho de Sérgio Machado fecha acordo de delação

Nuvem vulcânica volta a cancelar voos para Buenos Aires

Gol e TAM suspenderam partidas para a capital argentina na tarde desta sexta-feira; aeroporto de Montevidéu também foi afetado

- Atualizado em

A nuvem de cinzas do vulcão chileno Puyehue voltou a atrapalhar os voos na tarde desta sexta-feira. Por volta das 15 horas, a Gol cancelou todas as partidas com origem e destino nos aeroportos de Buenos Aires e Montevidéu.

A TAM continua operando normalmente para a capital uruguaia, mas também suspendeu os voos para a Argentina. A empresa aérea operou a última partida do dia para Buenos Aires pela manhã e cancelou os voos programados para o destino nesta sexta-feira. No fim do dia, a empresa reavaliará as condições meteorológicas para decidir se volta a operar neste sábado.

O trecho que liga Buenos Aires à Assunção também foi afetado e a Gol cancelou as partidas que realizam esta rota. A empresa orienta os passageiros com viagens programas aos destinos mencionados que permaneçam em suas cidades de origem e verifiquem a situação dos voos antes de se dirigir ao aeroporto.

Recomendação - Os passageiros que se sentirem prejudicados pelos cancelamentos devem exigir os direitos previstos pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac). Para atrasos de duas horas, as companhias aéreas são obrigadas a fornecer alimentação adequada ao tempo de espera. A partir de quatro horas de atraso, os passageiros têm direito a acomodação em local adequado ou hospedagem, quando necessário.

TAGs:
Buenos Aires