Mais Lidas

  1. Miriam Belchior é exonerada da presidência da Caixa

    Economia

    Miriam Belchior é exonerada da presidência da Caixa

  2. Em gravação, Renan fala em mudar lei da delação

    Brasil

    Em gravação, Renan fala em mudar lei da delação

  3. Temer vence 1ª batalha e Congresso aprova meta fiscal

    Brasil

    Temer vence 1ª batalha e Congresso aprova meta fiscal

  4. Sequestrador de Ana Hickmann foi ‘assassinado com crueldade e frieza’, diz irmã

    Entretenimento

    Sequestrador de Ana Hickmann foi ‘assassinado com crueldade e...

  5. Teori homologa delação do ex-presidente da Transpetro Sérgio Machado

    Brasil

    Teori homologa delação do ex-presidente da Transpetro Sérgio Machado

  6. Ouça a conversa entre Ana Hickmann e fã que a atacou

    Entretenimento

    Ouça a conversa entre Ana Hickmann e fã que a atacou

  7. Afastado do Planejamento, Jucá ocupa tribuna do Congresso e provoca bate-boca

    Brasil

    Afastado do Planejamento, Jucá ocupa tribuna do Congresso e provoca...

  8. Produtores de ‘Game of Thrones’ ficaram chocados com três revelações do autor

    Entretenimento

    Produtores de ‘Game of Thrones’ ficaram chocados com três...

Lava Jato: Dirceu faturou R$ 29 milhões em consultoria

Homem forte do governo Lula, o mensaleiro recebeu repasses de empreiteiras envolvidas no esquema de corrupção da Petrobras

Por: Daniel Haidar e Laryssa Borges - Atualizado em

O ex-ministro da Casa Civil José Dirceu,   condenado no processo do mensão, É visto   saindo do Centro de Progressão Penitenciária   (CPP), em Brasília, rumo ao seu trabalho em um escritório de advocacia
O ex-ministro da Casa Civil José Dirceu: R$ 29 milhões recebidos para 'consultoria'(Dida Sampaio/Estadão Conteúdo)

A empresa do ex-ministro José Dirceu faturou 29,2 milhões de reais com a prestação de serviços de consultoria, de 2006, depois de deixar o governo Lula, a 2013, quando começou a cumprir pena pela condenação no julgamento do mensalão. O site de VEJA teve acesso a um documento da Receita Federal que analisou a movimentação financeira da empresa de Dirceu, a JD Assessoria. A quebra de sigilo foi determinada pela Justiça em janeiro, após indicativos de que empreiteiras citadas na Operação Lava Jato e que participaram do megaesquema de fraudes em contratos com a Petrobras repassaram dinheiro para o ex-ministro.

Só em 2013, ano em que começou a cumprir pena de prisão em regime semiaberto no Complexo Penitenciário da Papuda, a empresa de Dirceu faturou 4,159 milhões de reais. Ele foi para a cadeia em novembro daquele ano e ganhou o direito de progredir para o regime aberto cerca de um ano depois, em novembro de 2014.

De acordo com os dados apresentados pela Receita Federal e anexados ao processo que investiga o escândalo do petrolão, nenhum ano foi tão lucrativo para Dirceu quanto 2012: amealhou 7 milhões de reais. Foi neste ano que o ex-chefe da Casa Civil e homem-forte do governo Lula recebeu pena de dez anos e dez meses de prisão, depois revertida para sete anos e onze meses no mensalão. Em 2013, nova enxurrada de dinheiro para a JD Consultoria: foram 4,159 milhões de reais.

A movimentação financeira do ex-homem forte do governo Lula consta de dados requeridos pelos investigadores da Operação Lava Jato da Polícia Federal. Agora, o juiz federal Sérgio Moro retirou o sigilo dos autos em que houve a quebra do sigilo fiscal e bancário de Dirceu. A decisão ocorreu depois que o empresário Gerson Almada, sócio da Engevix, prestou depoimento sobre Dirceu. Após revelar novos detalhes sobre o escândalo do petrolão, Almada pediu que Moro revogasse sua prisão.

Clientes - No rol de clientes de Dirceu há diversas empresas envolvidas no esquema de corrupção da Petrobras, como as empreiteiras OAS, UTC, Engevix, Galvão Engenharia, Camargo Corrêa, além da Egesa e de um braço da construtora Delta, banida da administração pública após a revelação de suas atividades em parceria com o bicheiro Carlinhos Cachoeira. Mas também há gigantes de outros setores, como a Ambev.

Ao analisar a movimentação financeira de José Dirceu e de sua consultoria, a Receita Federal também detectou o que classificou como "possível movimentação financeira incompatível". É o caso, por exemplo, da compra de um imóvel, em 2012, no valor de 1,6 milhão de reais em São Paulo. Dirceu informou ao Fisco ter pago 400.000 reais com recursos próprios, mas esse mesmo valor não circulou pela sua conta-corrente.

A quebra dos sigilos fiscal e bancário do ex-ministro foi autorizada pela Justiça Federal após o Ministério Público, em parceria com a Receita Federal, ter feito uma varredura nas empreiteiras investigadas na Operação Lava Jato em busca de possíveis crimes tributários praticados pelos administradores da OAS, Camargo Correa, UTC/Constran, Galvão Engenharia, Mendes Junior, Engevix e Odebrecht. Os investigadores já haviam concluído que as empreiteiras, que unidas em um cartel fraudaram contratos para a obtenção de obras da Petrobras, utilizavam empresas de fachada para dar ares de veracidade à movimentação milionária de recursos ilegais. Mas foi ao se debruçar sobre os lançamentos contábeis das empreiteiras, entre 2009 e 2013, que o Fisco encontrou o nome da consultoria de José Dirceu como destinatária de "expressivos valores" das empreiteiras Galvão Engenharia, OAS e UTC.

Defesa - Em resposta à justiça o advogado Juarez Cirino dos Santos, que defende José Dirceu, apresentou notas fiscais para tentar comprovar que os serviços de consultoria foram prestados. Ele informa, por exemplo, que ao contrário do que diz a Receita, não houve contratos com a Delta Engenharia e Montagem Industrial Ltda., e sim com a empresa Sigma Engenharia S/S Ltda., que teria comprado a companhia na época.​

Os clientes de José Dirceu
Empresa Valor
EMS S/A R$ 7.800.000,00
CONSTRUTORA OAS LTDA R$ 2.991.150,00
UTC ENGENHARIA SA R$ 2.316.000,00
MONTE CRISTALINA LTDA R$ 1.590.000,00
COMPANHIA DE BEBIDAS DAS AMERICAS - AMBEV R$ 1.500.000,00
JAMP ENGENHEIROS ASSOCIADOS LTDA. R$ 1.457.954,70
CONSILUX CONSULTOR CONSTR ELETRICAS LTDA R$ 1.225.600,00
ENGEVIX ENGENHARIA S/A R$ 1.110.000,00
CONSTRUCOES E COMERCIO CAMARGO CORREA SA R$ 900.000,00
247 INTELIGENCIA DIGITAL LTDA R$ 860.000,00
SPA ENGENHARIA IND E COM LTDA R$ 780.000,00
GALVAO ENGENHARIA S.A. R$ 750.000,00
ADNE CONSULTING GROUP LTDA. R$ 600.000,00
ARBI RIO INCORPORACOES IMOBILIARIAS LTDA R$ 480.000,00
EGESA ENGENHARIA S/A R$ 480.000,00
LACERDA E FRANZE ADVOGADOS E ASSOCIADOS R$ 460.000,00
SOLVI PARTICIPACOES S A R$ 448.000,00
SERVENG CIVILSAN SA EMP. ASSOCIADAS DE ENGENHARIA R$ 432.000,00
COMAPI AGROPECUARIA S.A. R$ 380.000,00
CARMO CONSULTORIA LTDA R$ 320.000,00
VOX ENGENHARIA DE INST. ELETRICAS E HIDRAULICAS R$ 230.000,00
CREDENCIAL-COM.EQUIP.ELETRO-ELETR.LTDA-E R$ 200.000,00
TESSELE & MADALENA, ADVOGADOS ASSOC. R$ 179.400,00
BRASIL VIDRO PLANO INDUSTRIA E COMERCIO LTDA R$ 160.000,00
PARMALAT BRASIL S/A IND. DE ALIMENTOS R$ 150.000,00
YPY PARTICIPACOES S.A R$ 140.000,00
CASA BRASIL EMPREENDIMENTOS CULTURAIS LTDA R$ 130.000,00
COMPANHIA ADMINISTRADORA DE EMPREENDIMENTOS E SERVICOS R$ 120.000,00
SNS AUTOMOVEIS LTDA R$ 110.000,00
ABCDEFGH PARTICIPACOES S.A R$ 100.000,00
FORUM DAS AMERICAS R$ 100.000,00
ROCHA, MAIA & AYRES DA MOTTA ADVOGADOS R$ 100.000,00
SMK SERVICOS DE MARKETING LTDA R$ 100.000,00
TMKT SERVICOS DE MARKETING LTDA R$ 100.000,00
DELTA ENGENHARIA E MONTAGEM INDUSTRIAL LTDA R$ 80.000,00
EOLICA FAZENDA NOVA GERACAO E COM. DE ENERGIA LTDA R$ 70.000,00
KMG EQUIPAMENTOS ELETRICOS LTDA R$ 60.000,00
MIL MIX IND E COM DE PROD ALIMENT LTDA R$ 60.000,00
EDITORA JB S/A R$ 52.000,00
TELEMIDIA TECHNOLOGY I C SERV TECN LTDA R$ 50.000,00
JD ASSESSORIA E CONSULTORIA LTDA R$ 25.000,00
BRASILINVEST EMPREENDIMENTOS E PARTICIPACOES SA R$ 20.000,00
HYPERMARCAS S/A R$ 20.000,00
SERPAL ENGENHARIA E CONSTRUTORA LTDA R$ 20.000,00
TAGs:
Operação Lava Jato
Petrobras