Tragédia

Chile encontra corpo de brasileiro que caiu de vulcão

Felipe dos Santos, de 28 anos, estava desaparecido desde a última quinta-feira. Ele caiu dentro de uma fenda localizada 2.400 metros acima do nível do mar

O brasileiro Felipe dos Santos morreu após acidente em excursão no vulcão chileno Villarrica

O brasileiro Felipe dos Santos morreu após acidente em excursão no vulcão chileno Villarrica (Facebook / Reprodução/VEJA)

A associação de guias do vulcão chileno Villarrica e funcionários da Corporação Nacional Florestal do Chile encontraram na manhã deste sábado, às 11h15, o corpo do brasileiro Felipe dos Santos, de 28 anos, que estava desaparecido desde a última quinta-feira. A informação foi confirmada pelo conselheiro do consulado brasileiro em Santiago, Silas Leite. Familiares do brasileiro, que era engenheiro mecânico e trabalhava para a Petrobras, estão no Chile e já foram informados sobre sua morte.

Felipe realizava uma excursão numa área do vulcão conhecida como Piedra Blanca, junto com o mexicano Rodolfo Sarovich, 21 anos, que já havia sido encontrado morto, e o chileno Guillermo Elias, também de 21 anos, que foi internado no Hospital San Francisco de Pucón com fraturas graves. Segundo relatos dos guias, o acidente ocorreu depois que um deles tropeçou e caiu, arrastando os outros dois para uma fenda. A equipe de resgate explicou que Felipe deslizou de 500 a 600 metros e caiu dentro de uma fenda de seis metros de profundidade, situada a aproximadamente 2.400 metros acima do nível do mar. O corpo dele tinha ferimentos no quadril, braço e pescoço.

Segundo Silas Leite, o corpo já foi resgatado e transportado para o Instituto Médico-Legal, onde será determinada a causa da morte para emissão do atestado de óbito. Logo, o consulado vai tramitar os documentos necessários para que a família leve o corpo ao Brasil. "Calculo que esses procedimentos possam ser concluídos até segunda-feira", disse o diplomata. A família de Felipe se encontra no local, acompanhando o processo. Os pais contam que o jovem era fascinado por aventura.

"Ele me disse: 'Pai, vou subir aquele vulcão de qualquer jeito'. A gente, apesar de sentir, sabe que ele perdeu a vida fazendo o que gostava", afirmou Kalidasa Santos, pai de Felipe.

Felipe era técnico da Petrobras e visitava pela segunda vez a região de Araucanía e Los Rios, 800 km ao sul de Santiago. Ele e os demais turistas tinham contratado uma empresa que está legalizada pelas autoridades chilenas.

(Com Agência Estado)

Assinaturas



Editora Abril Copyright © Editora Abril S.A. - Todos os direitos reservados