Mais Lidas

  1. "Não dói no útero, dói na alma", diz vítima de estupro coletivo no Rio

    Brasil

    "Não dói no útero, dói na alma", diz vítima de estupro coletivo no Rio

  2. Pedro Corrêa faz relato contundente de envolvimento de Lula no petrolão

    Brasil

    Pedro Corrêa faz relato contundente de envolvimento de Lula no...

  3. Polícia tenta identificar bandidos que praticaram estupro coletivo em favela do Rio de Janeiro

    Brasil

    Polícia tenta identificar bandidos que praticaram estupro coletivo...

  4. Polícia pede a prisão de quatro suspeitos de estupro coletivo no Rio

    Brasil

    Polícia pede a prisão de quatro suspeitos de estupro coletivo no Rio

  5. China cria ônibus que 'passa por cima' de engarrafamentos

    Economia

    China cria ônibus que 'passa por cima' de engarrafamentos

  6. OAB divulga nota em repúdio a estupro coletivo de jovem de 16 anos no Rio

    Brasil

    OAB divulga nota em repúdio a estupro coletivo de jovem de 16 anos...

  7. Após estupro coletivo no Rio, Temer diz que vai criar 'delegacia da mulher' na PF

    Brasil

    Após estupro coletivo no Rio, Temer diz que vai criar 'delegacia da...

  8. Luan Santana termina (de novo) o namoro com Jade Magalhães

    Entretenimento

    Luan Santana termina (de novo) o namoro com Jade Magalhães

Chile encontra corpo de brasileiro que caiu de vulcão

Felipe dos Santos, de 28 anos, estava desaparecido desde a última quinta-feira. Ele caiu dentro de uma fenda localizada 2.400 metros acima do nível do mar

- Atualizado em

O brasileiro Felipe dos Santos morreu após acidente em excursão no vulcão chileno Villarrica
O brasileiro Felipe dos Santos morreu após acidente em excursão no vulcão chileno Villarrica(Facebook / Reprodução/VEJA)

A associação de guias do vulcão chileno Villarrica e funcionários da Corporação Nacional Florestal do Chile encontraram na manhã deste sábado, às 11h15, o corpo do brasileiro Felipe dos Santos, de 28 anos, que estava desaparecido desde a última quinta-feira. A informação foi confirmada pelo conselheiro do consulado brasileiro em Santiago, Silas Leite. Familiares do brasileiro, que era engenheiro mecânico e trabalhava para a Petrobras, estão no Chile e já foram informados sobre sua morte.

Felipe realizava uma excursão numa área do vulcão conhecida como Piedra Blanca, junto com o mexicano Rodolfo Sarovich, 21 anos, que já havia sido encontrado morto, e o chileno Guillermo Elias, também de 21 anos, que foi internado no Hospital San Francisco de Pucón com fraturas graves. Segundo relatos dos guias, o acidente ocorreu depois que um deles tropeçou e caiu, arrastando os outros dois para uma fenda. A equipe de resgate explicou que Felipe deslizou de 500 a 600 metros e caiu dentro de uma fenda de seis metros de profundidade, situada a aproximadamente 2.400 metros acima do nível do mar. O corpo dele tinha ferimentos no quadril, braço e pescoço.

Segundo Silas Leite, o corpo já foi resgatado e transportado para o Instituto Médico-Legal, onde será determinada a causa da morte para emissão do atestado de óbito. Logo, o consulado vai tramitar os documentos necessários para que a família leve o corpo ao Brasil. "Calculo que esses procedimentos possam ser concluídos até segunda-feira", disse o diplomata. A família de Felipe se encontra no local, acompanhando o processo. Os pais contam que o jovem era fascinado por aventura.

"Ele me disse: 'Pai, vou subir aquele vulcão de qualquer jeito'. A gente, apesar de sentir, sabe que ele perdeu a vida fazendo o que gostava", afirmou Kalidasa Santos, pai de Felipe.

Felipe era técnico da Petrobras e visitava pela segunda vez a região de Araucanía e Los Rios, 800 km ao sul de Santiago. Ele e os demais turistas tinham contratado uma empresa que está legalizada pelas autoridades chilenas.

(Com Agência Estado)

TAGs:
Tragédia
Chile