Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Vulcão força cancelamento de voos entre Brasil e Argentina

O Uruguai também foi afetado pelas cinzas e fechou aeroporto em Montevidéu

Todos os voos domésticos e internacionais nos dois aeroportos de Buenos Aires, os maiores da Argentina, foram suspensos na manhã desta terça-feira em consequência da nuvem de cinzas do vulcão chileno Puyehue que avançou até o país. No Brasil, as companhia aéreas TAM e Gol informaram o cancelamento preventivo de todos os seus voos entre o Brasil e Buenos Aires, Montevidéu, Santiago e Assunção. Na véspera, empresas já haviam suspendido voos para alguns destinos turísticos da Argentina, como Bariloche, Río Gallegos e Neuquén.

O transtorno chegou também ao Uruguai e o Aeroporto Internacional de Carrasco, em Montevidéu, foi fechado. Segundo fontes da Direção Nacional de Aviação Civil e Infraestrutura Aeronáutica do país, neste momento nenhum voo está saindo do local. Segundo o site do terminal, o último voo a decolar foi da companhia aérea Gol, com destino a São Paulo às 5h50 (horário de Brasília). O próximo voo, que era da TAM, com o mesmo destino e que deveria ter partido às 6 horas, foi cancelado. No total, há 14 voos suspensos com diversos destinos, como Argentina, Chile, Brasil e Paraguai.

Na Argentina, a companhia Aerolíneas e sua subsidiária Austral cancelaram todos seus voos domésticos e internacionais por causa das nuvens de cinzas que chegaram a Buenos Aires impulsionadas por ventos do oeste. Além disso, estão paralisados até a próxima quinta-feira os voos noturnos para a cidade de Mendoza, capital da província de mesmo nome, e para Santiago do Chile, segundo um comunicado das companhias.

Outras companhias – A disseminação de cinzas do Puyehue, que entrou em atividade no sábado, fez com que a companhia aérea chilena LAN cancelasse 35 voos na segunda-feira e 25 previstos para esta terça. Também foram cancelados serviços das americanas Delta e United Airlines entre Buenos Aires e Santiago do Chile.

Em comunicado, a Aerolíneas Argentinas e a Austral informam que os passageiros afetados pela suspensão dos voos poderão deixar suas passagens abertas por um ano desde a data de emissão, podendo atualizá-las sem penalidade. “A nuvem de cinzas expulsa pelo vulcão Peyehue alcança os 12.000 metros de altura e se desloca em sentido sudoeste-noroeste”, diz a nota.

Buenos Aires amanheceu nesta terça-feira sob um nevoeiro, habitual nesta época do ano, enquanto porta-vozes do Serviço Meteorológico confirmaram que os ventos farão chegar tênues nuvens de cinzas do Puyehue, situado a cerca de 1.800 quilômetros ao sudoeste da cidade, na Cordilheira dos Andes. O comitê de emergência decidiu que as estações aéreas fechadas permanecerão assim até que “estejam garantidas as condições de segurança para operar”.

(Com agências France-Presse e EFE)